O GERMINAR - Grupo de Estudos em Reprodução e Nascimento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com Humanize Saúde organizou o I Fórum sobre Nascimento de Macaé, que ocorreu de 14 a 16 de maio de 2019, no Polo Universitário (UFRJ - Campus Macaé). Com o slogan “O nascimento é transformador”, o Fórum trouxe para o ambiente universitário e para todo o município de Macaé e região uma oportunidade de reflexão sobre os diversos aspectos culturais, individuais e emocionais que envolvem o nascimento.

Além de propor ações tanto na esfera pública, como na esfera privada, para melhoria da assistência ao nascimento. O público do evento foi composto por graduandos e profissionais de Saúde do município e região (Rio das Ostras e Campos dos Goytacazes), além de gestantes e membros da sociedade civil, interessados no tema. Foram 3 noites de reflexão sobre como respeitar o processo do nascimento, com performances artísticas, além de palestras com profissionais da nossa cidade e palestrantes renomados nacional e internacionalmente (Dr. Bráulio Zorzella e Laura Uplinger).

"Por esse motivo que tenho viajado o Brasil levando comigo a certeza de que podemos, sim, mudar o mundo. O nosso mundo, os mundos dos nascimentos no Brasil. Mudar o paradigma de atendimento ultrapassado, onde o médico era a figura central do parto, e que foi necessária no século passado pra mudanças drásticas positivamente nos resultados perinatais, mas que agora sob nova ótica, a mulher toma conta do seu destino e das suas escolhas, e utiliza a tecnologia ao seu favor, ajudada por profissionais treinados pra isso, com as evidências científicas mais atuais. Como chama isso mesmo? Ah, Parto Humanizado! Obrigado ao André Gervásio médico obstetra de Macaé pelo convite, pela idealização e realização do evento junto com um time fantástico de mulheres e profissionais do Germinar e Humanize Saúde. São sementes como essa, plantadas pra estudantes de enfermagem e medicina que darão lindas flores no futuro!" disse o Dr. Bráulio Zorzella, um dos convidados especiais.

O encerramento foi marcado por uma manifestação da sociedade civil, o ATO pela HUMANIZAÇÃO, o qual culminou com a entrega de uma carta com propostas de ações de melhoria da assistência para o Município de Macaé e região, acompanhada do abaixo-assinado com as assinaturas dos que estiveram presentes ao Fórum. A carta foi entregue ao vereador Marcel Silvano, representante da Câmara de Vereadores que esteve presente ao ATO e foi encaminhada, no dia 21 de maio, última terça-feira, para votação na Câmara, que deverá ocorrer na próxima semana. Uma cópia também será encaminhada para a Secretaria de Saúde do Município.


Esperamos que este seja o primeiro movimento em prol de uma atenção ao nascimento mais respeitoso e em conformidade com as diretrizes do nosso Ministério da Saúde. Que em 2020 possamos informar aos participantes as melhorias que já estarão sendo realizadas em Macaé.

parto

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ