Diante do aumento do número de pacientes infectados pela COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, a UFRJ criou um site com orientações sobre a prevenção e os riscos relativos à pandemia. A plataforma traz recomendações, notícias e material informativo atualizados de acordo com as diretrizes do Grupo de Trabalho da UFRJ sobre o Novo Coronavírus, instituído a fim de desenvolver ações de combate à crise.  


A Direção do Campus UFRJ-Macaé repudia quaisquer manifestações de caráter racista em suas dependências e abrirá inquérito para apurar o ocorrido no dia 05 de março no trote dos calouros da Engenharia.
 
Informamos que as investigações serão realizadas seguindo o procedimento legal e, caso seja constatado crime de racismo, os envolvidos serão responsabilizados tanto na esfera acadêmica quanto na criminal.
 
Enquanto durarem as investigações, os trotes estão suspensos e proibidos dentro das dependências do Campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro em Macaé.
 
Lançamos, no início da semana, uma campanha para impedir o trote violento ou vexatório e garantimos que condutas de caráter racista, homofóbico, sexista ou que configure qualquer tipo de discriminação serão severamente punidas.
 
Direção do Campus UFRJ-Macaé

O Campus UFRJ-Macaé, neste início de semestre, realiza uma campanha de conscientização dos estudantes para evitar excessos e quaisquer manifestações violentas durante os tradicionais trotes de recepção aos calouros, os quais devem ser recepcionados com uma marca positiva no momento da comemoração. É possível fazer brincadeiras de uma forma inteligente, alegre e livre de agressões. Esclarece, ainda, que manifestações ocorridas na universidade serão tratadas com severidade e são passíveis de punição, sendo proibida toda e qualquer manifestação contra aluno calouro a título de trote violento, vexatório ou que caracterize qualquer tipo de discriminação racial, por orientação sexual ou gênero.

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ