Período: 12/03/2018  à  12/03/2019

Coordenador: Irnak Marcelo Barbosa

 

Resumo:
A atuação do profissional, por muitas vezes, passa estar centrada nos procedimentos e baseada numa conduta com extrema objetividade sobre o corpo biológico, o que acaba por excluir outros elementos que são constitutivos da produção da vida e perdendo sua dimensão cuidadora, em especial na prática cirúrgica que é campo de incertezas ao paciente, o que gera angústia e sofrimento para estes e sua família, em especial se tratando de pacientes pediátricos. O presente projeto tem como objetivo investigar, adquirir, mapear e organizar informações acerca da situação clínica e contexto social do paciente da cirurgia pediátrica e das relações entre este e sua rede de apoio (famílias ou responsáveis), com a instituição provedora do serviço e com profissionais de saúde na promoção do cuidado em saúde na prática clínico-cirúrgica, lidando com suas angústias e perspectivas. Assim contribuindo para uma melhor compreensão dos fatores relacionados com a experiência cirúrgica pediátrica e, em especial, ajudar a estabelecer uma relação de assistência da unidade que presta o serviço que seja eficiente, por meio de apontar e propor soluções para os desafios para uma prática cirúrgica mais humanizada e em promover menor sofrimento para as famílias das crianças cirúrgicas.

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ