302 Found

Found

The document has moved here.

Vice-Reitora da UFRJ e Diretor do Instituto NUPEM/UFRJ  defendem a Universidade Pública no Rio TV Debate

O programa, exibido pela Rio TV Câmara, em 29 de abril, abordou os Caminhos da Universidade Pública.

Durante sua participação, o Diretor do Instituto NUPEM/UFRJ, Rodrigo Nunes da Fonseca, destacou como os cortes orçamentários afetam o progresso científico no país e dificultam a realização de pesquisas e de projetos de impacto social imediato por parte das universidades. A vice-reitora da UFRJ, Denise Nascimento, por sua vez,  relembrou a redução drástica no financiamento de pesquisas e no financiamento das universidades públicas que vem ocorrendo desde 2014: “Em geral, as universidades mais antigas, como a UFRJ, têm sofrido mais com a queda dos investimentos, mas nem por isso nós tivemos decréscimo na produção  científica, visto que respondemos por grande parte da produção científica brasileira. No entanto, há sérios riscos de que tenhamos interrupção de estudos importantes, especialmente na área de saúde: virologia, arboviroses e  desenvolvimento de vacinas, por exemplo, são áreas cujas pesquisas estão em risco e isso traz impactos diretos na saúde e na vida da população brasileira”.

Nascimento foi esclarecedora no sentido de expor o papel das universidades: “as universidades públicas são instituições milenares. No Brasil, temos um dinamismo das universidades porque elas respondem por 95% das pesquisas científicas produzidas aqui. Elas são o celeiro de ensino, pesquisa, extensão e inovação tecnológica, que, por sua vez, são fundamentais para o desenvolvimento e soberania do país”.

 

denise tvcamara

 

Observando o desconhecimento de parte da população sobre o papel desempenhado pelas universidades públicas, Rodrigo Nunes da Fonseca citou a existência de laboratórios, bibliotecas, centros e programas de pesquisa, hospitais, cursos de graduação e pós-graduação e projetos de extensão que demonstram a importância das universidades públicas para o Brasil – na formação de capital humano qualificado para o mercado de trabalho, no aperfeiçoamento tecnológico, no progresso científico e no desenvolvimento socioambiental. “Se você tem dúvidas sobre o que a universidade faz pela população, vá a universidade. Fica aqui o nosso convite. O NUPEM está de portas abertas".

O pesquisador ressaltou a trajetória da UFRJ e do Instituto NUPEM/UFRJ na integração entre ensino, pesquisa e extensão e relembrou o papel do compartilhamento de saberes e a aplicação direta do conhecimento produzido dentro das universidades em prol de uma sociedade mais justa, igualitária e sustentável.

Outro ponto destacado pelo diretor do Instituto diz respeito à interiorização das universidades – processo no qual o Instituto NUPEM/UFRJ foi pioneiro no estado do Rio de Janeiro – e à expansão das ações afirmativas que variaram o perfil dos alunos que passaram a integrar as universidades públicas nos últimos anos, tornando-as mais democráticas e inclusivas.

A qualidade de altíssimo nível das universidades públicas brasileiras, o seu caráter universal e laico e todas as suas frentes de atuação reforçam o seu papel de força motora do desenvolvimento  e o seu compromisso moral com a inserção social e com a  transformação da realidade no país e que, por estes mesmos motivos, devem ser objeto de políticas públicas que fomentem o seu crescimento, fortalecimento e capilarização, não o oposto.

   rodrigo tv camara

 

 

Confira o programa na íntegra.

 

 

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ