Teste pioneiro no mundo é realizado no município de Macaé pela colaboração do Instituto de Biologia/UFRJ e do projeto do Laboratório de Campanha para testagem de COVID-19 do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUPEM/UFRJ)

Segundo a Organização Mundial de Saúde a testagem em massa da população, seguida de isolamento dos pacientes positivos, é fundamental para conter a pandemia. Esta estratégia foi bem sucedida em diversos países como a Alemanha, Coreia, dentre outros. Existem formas de testagem para se detectar se uma pessoa está contaminada ou se foi contaminada a um bom tempo com o SARS-CoV2. Nos países desenvolvidos, os testes em massa utilizam a técnica de PCR em tempo real, que detectam o vírus no trato respiratório. Esta técnica é de alta sensibilidade e consegue detectar o vírus ativo em quantidades bastante reduzidas e, portanto, permite definir o isolamento de indivíduos nos estágios iniciais da infecção, sendo fundamental para conter a pandemia. Por outro lado, os testes rápidos (IgM/IgG), são menos sensíveis e menos específicos e detectam a resposta imunológica do nosso corpo ao vírus, sendo, todavia, importantes para estudos epidemiológicos. Estes testes rápidos indicam, muitas vezes, que a pessoa foi infectada muitas semanas atrás e mesmo um teste positivo não significa que o indivíduo esteja com o vírus naquele momento.

 

testerapido

Membros do Comitê Gestor e Técnico-Científico do Projeto visitam o Centro de Triagem da Prefeitura de Macaé junto com o Professor Titular da UFRJ Amilcar Tanuri

 

Desde Abril de 2020 Macaé, a partir de uma aliança entre Direção do Instituto NUPEM/UFRJ, o Prof. Titular Amilcar Tanuri, representando o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da UFRJ Rio de Janeiro, Representantes do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Trabalho, Representantes da Prefeitura Municipal de Macaé, da UNIMED, da Irmandade São João Batista e representantes dos médicos do Trabalho de Macaé são realizados estes testes de PCRs em tempo real, padrão-ouro no projeto “Apoio ao NUPEM UFRJ-Macaé Para Implementação de um Laboratório de Campanha para Testagem e Pesquisa do COVID-19 (LCC-UFRJ-Macaé)”. Até o presente momento foram realizados mais de 1600 testes padrão-ouro no município de Macaé em profissionais de saúde, pacientes internados e indivíduos sintomáticos, incluindo trabalhadores das empresas da região da cadeia de óleo e gás a partir de protocolo técnico-científico estabelecido pelo projeto. O projeto possui uma página com total transparência para doações de pessoas físicas e jurídicas visando aumentar os testes e pesquisas em COVID-19 no município de Macaé (http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php).

Com os avanços científicos de um projeto desta natureza, surge uma novidade por meio da colaboração chefiada pelo Prof. Amilcar Tanuri do Instituto de Biologia da UFRJ. Macaé foi escolhido como um dos primeiros municípios do Brasil a realizarem experimentos com testes de antígeno para detecção do SARS-CoV2. Estes testes também conseguem detectar proteínas do vírus em suas fases iniciais, podendo vir a complementar os testes de PCR, que detectam o RNA do vírus. Os PCRs são mais trabalhosos e precisam de uma equipe altamente capacitada como os professores, técnicos e alunos presentes no NUPEM/UFRJ, enquanto os testes de antígeno podem, caso sejam validados pelo presente estudo científico, serem também aplicados em larga escala em empresas da região e pelo poder público municipal. A junção destes testes de antígeno, caso estes testes sejam validados pelo experimento atual, com os testes de PCR já realizados pelo NUPEM/UFRJ poderão contribuir com uma possibilidade de retomada mais rápida da economia local a partir da identificação dos infectados, que aumentariam a segurança dos trabalhadores. Estes experimentos somente estão sendo viabilizados devido ao árduo trabalho dos pesquisadores no laboratório do NUPEM e do Centro de Triagem da Prefeitura de Macaé, e do apoio incondicional de todo o comitê gestor e técnico-científico do projeto, bem como das doações.

Pessoas físicas ou jurídicas interessadas em acompanhar o projeto ou realizarem doações podem acompanhar ações através do site http://www.macae.ufrj.br/nupem/index.php/novidades/1243-saiba-mais bem como acompanhar as movimentações financeiras de forma transparente no site da COPPETEC http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php).

 

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

 

 

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ