Desafios e perspectivas para a extensão universitária: uma reflexão necessária

Para você, o que é extensão universitária? Quais os desafios para concretizar as diretrizes de extensão universitária? Essas e outras reflexões fizeram parte da oficina “Saberes em Movimento: desafios e perspectivas para a extensão universitária”, realizada na última quinta-feira (11/04) pela equipe da Coordenação de Formação Acadêmica de Extensão (COFAEX/PR-5) e contou com a participação de alunos, técnicos e docentes da UFRJ. Confira!

Por que incluir a extensão universitária no currículo? Qual prática extensionista temos e qual prática queremos?

Para dar um exemplo da relevância da reflexão sobre as atividades extensionistas, vale recordar que historicamente grande parte do reconhecimento do Instituto NUPEM/UFRJ, que comemora a marca de 25 anos de excelência institucional e que protagonizou a interiorização da UFRJ, deve-se aos projetos de Extensão. Conforme o seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI NUPEM 2017-2021, p.6), “as atividades de extensão universitária ainda são fundamentais para promover a inserção da UFRJ na sociedade Norte Fluminense”.

Um grande diferencial do Instituto NUPEM/UFRJ sempre foi a forte atuação em Extensão, com foco na sociedade do norte do Estado do Rio e Janeiro. Só no último quadriênio, foram mais de 3.000 alunos de escolas públicas e privadas visitando o Museu Espaço Ciência; mais de 100 crianças da comunidade beneficiadas pelo Projeto Esporte ComCiência, mais de 20 projetos de extensão, criação de laboratório de ciências na Escola Municipal Macaense Olga Benário Prestes, dentre outras ações extensionistas.

A Universidade Pública, gratuita e de qualidade somente poderá cumprir seus objetivos e missão dialogando com a sociedade. A extensão universitária é essa ponte que promove a interação entre a universidade e a sociedade, não se tratando de “estender à sociedade o conhecimento acumulado pela Universidade”, mas de produzir com a sociedade, um conhecimento novo que contribua para a superação da desigualdade e da exclusão social e para a construção de uma sociedade mais justa, ética e democrática.

A oficina promovida pela COFAEX abordou o conceito de Extensão Universitária conforme a Política Nacional de Extensão (2012) e suas diretrizes: 

"A Extensão Universitária, sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, é um processo interdisciplinar educativo, cultural, científico e político que promove a interação transformadora entre universidade e outros setores da sociedade".

extensão notícia 10

Dentre as reflexões realizadas, foi citado o texto “Extensão Universitária: para quê”, onde GADOTTI disse que “a extensão não pode ser entendida como um apêndice, de forma isolada, entre as funções da universidade”, e sim como indissociável à pesquisa e o ensino em uma interação dialógica constante com a sociedade.

Outros temas abordados foram a 1-interdisciplinaridade e interprofissionalidade, 2-indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, 3-impacto das atividades extensionistas na formação do estudante e 4-impacto e transformação social.

Como resultados parciais da oficina, foi possível trazer o debate conceitual da extensão de forma a favorecer a revisão e o aprimoramento das práticas, com vistas ao impacto e transformação social em articulação com as demais diretrizes da extensão.

 

Depoimento de Andreia Martins – COFAEX:

"Consideramos a relevância  da oficina "Saberes em Movimento" realizada em 11/04/19 no NUPEM/UFRJ , pois o encontro contou com a adesão de docentes, técnicos e discentes, interessados no debate sobre a extensão universitária. Sendo assim, a atividade promoveu a troca de experiências e de práticas extensionistas, apontando novas possibilidades frente aos desafios contemporâneos."

 

Depoimento da Profa. Mirella Pupo Santos (NUPEM/UFRJ) - Diretora Adjunta de Assuntos Comunitários:

“Foi uma experiência marcante para todos. Entre outras coisas discutimos as diretrizes da extensão que são essência vital do processo. O debate, as discussões e ver meus colegas tão engajados na dura realidade da vida extensionista foi engrandecedor. As dificuldades e expectativas fazem parte do processo. Sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, a extensão é um processo interdisciplinar educativo, transformador de cunho cultural, científico e político que promove rompimento de muros por meio da interação entre a Universidade e a sociedade.”

 

Depoimento do Prof. Pedro Hollanda Carvalho (NUPEM/UFRJ) – Vice-Diretor Adjunto de Assuntos Comunitários:

“Essa Oficina é excelente! Trouxe pra gente a história do pensamento extensionista desde o século XIX até o seu formato atual, como política pública federal no Brasil. E não foi só isso. Pudemos debater os diferentes olhares que nós, extensionistas, temos sobre a prática de nossas atividades de Extensão. Foi incrível ver que a Oficina atraiu alunos da graduação e da pós, e também técnicos e docentes da UFRJ Macaé. Todos engajados e participativos. Foi realmente uma grande oportunidade e tenho certeza de que foi um crescimento para todos nós!”

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ