Missão internacional do NUPEM em parceria com a Universidad de la República do Uruguay e o Institut Pasteur de Montevideo

Durante o mês de fevereiro de 2020, as professoras Natália Martins Feitosa e Raquel de Souza Gestinari do Laboratório Integrado de Biociências Translacionais (LIBT - NUPEM/UFRJ) participaram de uma cooperação técnica com o grupo de pesquisa liderado pelo Professor Flavio Zolessi do Departamento de Biologia Celular e Molecular, Facultad de Ciencias da Universidad de la Republica do Uruguay e do Institut Pasteur Montevideo. O professor Flavio Zolessi é um dos fundadores da sociedade latino-americana de peixe-zebra (Latin-American Zebrafish Network - LAZEN), que em 2020 completará 10 anos. Esta rede tem por objetivos promover o uso do peixe-zebra (Danio rerio/zebrafish) enquanto modelo experimental bem como o treinamento avançado de jovens cientistas da região, propiciando o fortalecimento da pesquisa na América Latina e dos pesquisadores que pretendem se estabelecer no continente.

 

 

WhatsApp Image 2020 03 06 at 13.22.01

 

Neste sentido, o intuito da visita foi obter um maior aprofundamento teórico-prático acerca da técnica de edição genômica denominada CRISPR/Cas9, que tem revolucionado o campo de biologia molecular e engenharia genética. Tal método permite alterar sequências de nucleotídeos nos mais diferentes genomas.   Na prática, a CRISPR pode ser empregada para a inativação ou deleção de genes inteiros, para substituição de sequências alélicas, para integração de transgenes específicos, entre outras aplicações. Tais abordagens podem ser amplamente utilizadas nas mais diferentes áreas de pesquisa básica. Esta técnica vem sendo extensivamente aplicada nos últimos anos pelo grupo em questão, em estudos envolvendo embriões de peixe zebra. O peixe-zebra é considerado um modelo animal estabelecido no mundo inteiro como auxiliar no desenvolvimento de pesquisas diversas, que envolvem desde a biologia do desenvolvimento a experimentos de regeneração, etc.

Durante a visita, as professoras puderam aplicar dois métodos distintos da técnica de CRISPR que foram utilizados para a geração de linhagens mutantes de embriões para o gene alvo de interesse. Cabe ressaltar que estes protocolos podem ser aplicados em estudos envolvendo outros modelos experimentais, o que poderá contribuir para a ampliação das linhas de pesquisa do Instituto NUPEM e para colaborações com outros pesquisadores brasileiros. Além disso, as professoras também tiveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos e abriram portas para o estabelecimento de futuras colaborações internacionais com o Uruguai.

 

61573fb7 650e 494e 979e e144e9104635

À esquerda Prof Flavio Zolessi, seguido das Professoras Natália Martins Feitosa e Raquel de Souza Gestinari e da doutoranda Camila Davison.

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ