SAIBA MAIS – PROJETO DE PESQUISA E DIAGNÓSTICO DE COVID-19 EM MACAÉ

 O Projeto “Apoio ao NUPEM UFRJ-Macaé Para Implementação de um Laboratório de Campanha para Testagem e Pesquisa do COVID-19 (LCC-UFRJ-Macaé)” agrega Instituições Públicas, Privadas e diversos atores da sociedade civil para a Testagem e Pesquisa do COVID-19 no município de Macaé. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o Brasil é um dos países que menos realiza testes em sua população. Visando modificar este quadro no município de Macaé o principal objetivo do projeto é ampliar a testagem via RT-PCR (técnica padrão-ouro) e prover dados para uma análise científica dos efeitos da COVID-19 no município de Macaé. Os dados científicos gerados a partir da testagem e demais pesquisas serão publicados em revistas especializadas e ficarão disponíveis para o poder público municipal, empresas da região e sociedade civil de Macaé.

Fazem parte do comitê gestor do Projeto (link) a Direção do Instituto NUPEM/UFRJ, o Prof. Titular Amilcar Tanuri representando o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da UFRJ Rio de Janeiro, Representantes do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Trabalho, um representante da Prefeitura de Macaé e um representante dos médicos do Trabalho de Macaé.

 

Documentos Relativos ao Projeto:

O projeto assinado pelas instituições proponentes e parceiras encontra-se aqui (Download).

O folder com o link para doações na única conta oficial do projeto encontra-se aqui (Link).

O cronograma de fases e execução dos testes encontra-se aqui (link).

Atualmente o projeto encontra-se na Fase 1C com realização de 80-120 testes de PCR em tempo real por dia.

O documento de divulgação do projeto com seus idealizadores e colaboradores bem como os objetivos do mesmo, encontra-se aqui (link).

Os nomes e Instituições dos membros do comitê Gestor do projeto encontram-se aqui (link)

Os nomes e Instituições dos membros do comitê técnico-científico do projeto encontram-se aqui
(link)

As Atas das reuniões do comitê técnico-científico encontram-se aqui (link)

O protocolo de utilização de exames com lista de priorização baseado em critérios técnicos (link).

Número e dados de testes moleculares do tipo RT-PCR realizados no NUPEM/UFRJ até 26 de junho de 2020 (link):

 

Para maiores informações sobre número de casos de COVID-19 recomenda-se aos interessados acessarem o Site da Prefeitura Municipal de Macaé para informações atualizadas nos Informes do Coronavirus disponíveis em http://www.macae.rj.gov.br/noticias

Informações sobre a prestação de contas do único Fundo do Projeto podem ser acessados em: http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php

 

Dúvidas, sugestões, maiores informações sobre o projeto? Escreva para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Vídeo de Divulgação do Projeto:

lab de campanha

     


15/07/20 - Acadêmico lidera campanha para testagem de covid-19 em Macaé

O geneticista Rodrigo Nunes da Fonseca, diretor do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ) em Macaé, está na linha de frente do enfrentamento da covid-19.

Membro afiliado da ABC (2017-2021), eleito por suas pesquisas na área de biologia evolutiva do desenvolvimento (Evo-Devo) de artrópodes, ele conseguiu a parceria de entidades públicas e privadas de Macaé para a implementação de um laboratório de campanha para testagem e pesquisa da covid-19. E continua em busca de apoios para o projeto.

RN

 

Atualmente, o projeto já conta com algumas parcerias, pois se tornou uma realização do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, do Nupem/UFRJ, do Campus UFRJ Macaé, do Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, da Prefeitura Municipal de Macaé, do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Trabalho, com o apoio da Unimed Costa do Sol, da Irmandade São João Batista de Macaé e dos Médicos do Trabalho de Macaé.

O projeto prevê duas etapas para o trabalho de testagem e pesquisa da covid-19. A primeira é a coleta do material, realizada no Centro de Triagem do Paciente com Coronavírus da Prefeitura de Macaé. A segunda etapa é a realização do teste molecular de identificação de covid-19 por técnica PCR por tempo real (padrão ouro), que garante qualidade, reprodutibilidade e segurança.

No momento são realizados apenas 20 testes diários no Nupem/UFRJ, pois os envolvidos esbarram na limitação de aquisição de insumos e equipamentos. Se essa limitação for reduzida, a capacidade poderá ser ampliada para que sejam realizados 200 a 300 testes por dia, com laudo liberado entre 24 e 48 horas, o que vai auxiliar na tomada de decisões pelas autoridades do município.

Fonseca explica que os países que obtiveram sucesso no controle da pandemia adotaram as seguintes estratégias: distanciamento físico (isolamento social), testagem em massa e quarentena dos indivíduos positivos. Porém, o Brasil é um dos países que menos realiza testes de covid-19 no mundo. Logo, o número de casos reais pode ser pelo menos de 20 a 50 vezes maior do que o revelado. “

N

 

Segundo o Acadêmico Amilcar Tanuri, professor titular da UFRJ e chefe do Laboratório de Virologia Molecular, ‘‘é preciso testar para parar a cadeia de transmissão desse vírus.’’ Estima-se que 80% dos casos de covid-19 no Brasil não sejam diagnosticados. “Apenas 20% dos indivíduos sintomáticos necessitam de internação hospitalar”, observa o pesquisador.

Macaé, município do Estado do Rio de Janeiro com 250 mil habitantes, conhecido como Capital do Petróleo, poderá se constituir em um ponto estratégico para o controle da doença, tendo em vista a grande movimentação de pessoas vinculadas à cadeia produtiva de óleo e gás. Representantes de parceiros do projeto, Cirlene Zimmermann, do Ministério Público do Trabalho, afirma que um dos principais objetivos da entidade é garantir o direito constitucional a um ambiente de trabalho seguro e salubre, prevenindo acidentes e doenças. Já Fabio Sanches, do Ministério Público Federal, reforça a parceria pelo desejo de vencer a pandemia e recuperar a economia.

‘‘Neste momento tão difícil para a sociedade, o apoio à ciência compartilhado com a solidariedade é a única forma capaz de transformar a angústia em esperança’’, disse o diretor vice-presidente da Unimed Costa do Sol, apoiadora do projeto, Gumercino Pinheiro Faria Filho

A reitora da UFRJ, Denise Pires de Carvalho, assumiu a campanha e apela por colaboração. ‘‘A UFRJ Macaé e os demais campi da UFRJ estão unidos no combate a essa doença. Venceremos a covid-19 com o apoio da sociedade.”

Pessoas físicas ou jurídicas podem contribuir com a criação do Laboratório de Campanha para Testagem e Pesquisa de covid-19 no Nupem/UFRJ. Há incentivo fiscal para os colaboradores e a Coppetec/UFRJ publica em seu site todas as doações recebidas e a comprovação dos gastos.

Colabore. Faça a sua doação por meio de depósito para a Fundação Coppetec/UFRJ, CNPJ 72.060.999/0001-75, na conta 55633-5 da agência 2234-9 do Banco do Brasil.

Fonte: http://www.abc.org.br/2020/07/15/academico-lidera-campanha-para-testagem-de-covid-19-em-macae/

 


13/07/20 - Nova metodologia de testagem permite que Laboratório de Campanha para testagem de COVID-19 do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUPEM/UFRJ), aumente sua capacidade de 40 para 120 testes diários

Chegando a mais de 1700 testes de PCR em tempo real realizados para detecção do COVID-19 a partir de protocolo técnico-científico aprovado por equipe multidisciplinar (link), pesquisadores do NUPEM/UFRJ desenvolveram uma metodologia nova que permitirá aumentar o número dos testes atuais de 40 exames/dia para 120 exames/dia. Como um projeto científico e de desenvolvimento de tecnologias, a utilização de um novo kit de extração de RNA do vírus mais rápido e eficiente permitirá o aumento das testagens no município de Macaé.

Segundo o tecnólogo Bruno Rodrigues e a bióloga Dra. Natalia Martins Feitosa o novo método de extração é bem mais rápido e pode ser realizado de forma manual sem grandes dificuldades. Segundo a Procuradora do Ministério Público do Trabalho, Dra. Cirlene Zimmermann, "a dedicação e o intenso envolvimento da equipe do NUPEM/UFRJ de Macaé permitirá a implementação dessa nova metodologia de testagem, que triplicará a capacidade diária de testes no padrão ouro, enquanto se aguarda a chegada do extrator, já adquirido com recursos do fundo de apoio ao projeto, momento em que atingiremos a marca almejada dos 300 testes diários. De todo modo, o fundo ainda precisa muito do apoio de toda a sociedade por meio de doações de qualquer valor para aquisição dos insumos". Segundo o Procurador Federal da República Dr. Fabio Sanchez “a testagem em massa da população é uma das principais diretrizes da OMS para o combate ao Sars-Cov-02. Os países com os melhores resultados no enfrentamento à doença realizaram testes em grande parte de suas populações. A nova metodologia aplicada no trabalho desenvolvido pelo NUPEM, com o aumento no número de testes diários, coloca o município de Macaé como exemplo a ser replicado em outros Estados e cidades brasileiros.”. Também membro do comitê gestor do projeto o Diretor Vice-presidente da UNIMED o Dr. Gumercino Pinheiro Faria Filho Médico destaca “A excelência do NUPEM/UFRJ e o aumento dos testes realizados vem auxiliando na tomada de decisões frente à Pandemia”. Segundo a Médica do Trabalho Dra. Maria Christina Rodrigues Menezes “Construir o legado através da realização de exames de alta sensibilidade e especificidade -PCR, em passos firmes, é a proposta do NUPEM que vem dando o caminho da ciência como resultado e a real possibilidade, para a testagem em massa. O esforço conjunto de todos os envolvidos para a realização da marca de 1700 testes e de sua elevação, revelam o empenho e o desejo que se realizam pelo bem do coletivo. O futuro dependerá de ações como a do presente, para que estese seja melhor e assim, está posto o desafio, pela vida”.

Finalmente, o Diretor do NUPEM/UFRJ ressalta que o desenvolvimento do novo método só foi possível pelas intensas discussões científicas com o grupo dos Profs. Amilcar Tanuri e Rodrigo Brindeiro do Instituto de Biologia. Os grupos do NUPEM/UFRJ e do Instituto de Biologia continuam trabalhando de forma integrada e transparente junto com o Comitê Técnico-Científico do projeto. Assim, o Laboratório do NUPEM/UFRJ de Campanha para testagem de COVID-19 do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade vem se constituindo num modelo de excelência na geração de conhecimento e de testagem no Norte Fluminense.

testes covid

 


09/07/20 - Teste pioneiro no mundo é realizado no município de Macaé pela colaboração do Instituto de Biologia/UFRJ e do projeto do Laboratório de Campanha para testagem de COVID-19 do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUPEM/UFRJ)

Segundo a Organização Mundial de Saúde a testagem em massa da população, seguida de isolamento dos pacientes positivos, é fundamental para conter a pandemia. Esta estratégia foi bem sucedida em diversos países como a Alemanha, Coréia, dentre outros. Existem formas de testagem para se detectar se uma pessoa está contaminada ou se foi contaminada a um bom tempo com o SARS-CoV2. Nos países desenvolvidos, os testes em massa utilizam a técnica de PCR em tempo real, que detectam o vírus no trato respiratório. Esta técnica é de alta sensibilidade e consegue detectar o vírus ativo em quantidades bastante reduzidas e, portanto, permite definir o isolamento de indivíduos nos estágios iniciais da infecção, sendo fundamental para conter a pandemia. Por outro lado, os testes rápidos (IgM/IgG), são menos sensíveis e menos específicos e detectam a resposta imunológica do nosso corpo ao vírus, sendo, todavia, importantes para estudos epidemiológicos. Estes testes rápidos indicam, muitas vezes, que a pessoa foi infectada muitas semanas atrás e mesmo um teste positivo não significa que o indivíduo esteja com o vírus naquele momento.  

Desde Abril de 2020 Macaé, a partir de uma aliança entre Direção do Instituto NUPEM/UFRJ, o Prof. Titular Amilcar Tanuri, representando o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da UFRJ Rio de Janeiro, Representantes do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Trabalho,  Representantes da Prefeitura Municipal de Macaé, da UNIMED, da Irmandade São João Batista e representantes dos médicos do Trabalho de Macaé são realizados estes testes de PCRs em tempo real, padrão-ouro no projeto “Apoio ao NUPEM UFRJ-Macaé Para Implementação de um Laboratório de Campanha para Testagem e Pesquisa do COVID-19 (LCC-UFRJ-Macaé)”. Até o presente momento foram realizados mais de 1600 testes padrão-ouro no município de Macaé em profissionais de saúde, pacientes internados e indivíduos sintomáticos, incluindo trabalhadores das empresas da região da cadeia de óleo e gás a partir de protocolo técnico-científico estabelecido pelo projeto. O projeto possui uma página com total transparência para doações de pessoas físicas e jurídicas visando aumentar os testes e pesquisas em COVID-19 no município de Macaé (http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php).

Com os avanços científicos de um projeto desta natureza, surge uma novidade por meio da colaboração chefiada pelo Prof. Amilcar Tanuri do Instituto de Biologia da UFRJ. Macaé foi escolhido como um dos primeiros municípios do Brasil a realizarem experimentos com testes de antígeno para detecção do SARS-CoV2. Estes testes também conseguem detectar proteínas do vírus em suas fases iniciais, podendo vir a complementar os testes de PCR, que detectam o RNA do vírus. Os PCRs são mais trabalhosos e precisam de uma equipe altamente capacitada como os professores, técnicos e alunos presentes no NUPEM/UFRJ, enquanto os testes de antígeno podem, caso sejam validados pelo presente estudo científico, serem também aplicados em larga escala em empresas da região e pelo poder público municipal. A junção destes testes de antígeno, caso estes testes sejam validados pelo experimento atual, com os testes de PCR já realizados pelo NUPEM/UFRJ poderão contribuir com uma possibilidade de retomada mais rápida da economia local a partir da identificação dos infectados, que aumentariam a segurança dos trabalhadores. Estes experimentos somente estão sendo viabilizados devido ao árduo trabalho dos pesquisadores no laboratório do NUPEM e do Centro de Triagem da Prefeitura de Macaé, e do apoio incondicional de todo o comitê gestor e técnico-científico do projeto, bem como das doações.

Pessoas físicas ou jurídicas interessadas em acompanhar o projeto ou realizarem doações podem acompanhar ações através do site http://www.macae.ufrj.br/nupem/index.php/novidades/1243-saiba-mais bem como acompanhar as movimentações financeiras de forma transparente no site da COPPETEC http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php).

especialistas covidMembros do Comitê Gestor e Técnico-Científico do Projeto visitam o Centro de Triagem da Prefeitura de Macaé junto com o Professor Titular da UFRJ Amilcar Tanuri

 


17/06/20 - Protocolo Técnico-Científico para utilização dos exames de RT-PCR no município de Macaé é assinado e apresentado ao Comitê Gestor do Projeto de Pesquisa e Diagnóstico Molecular do COVID-19

Após reuniões do Comitê-Técnico Científico (link) para estabelecimento de um modelo único e pioneiro no Brasil de utilização de testes moleculares de RT-PCR envolvendo entes públicos e privados, foi apresentado e assinado o protocolo para utilização destes exames de forma científica na última quarta-feira.

O protocolo científico foi aprovado por unanimidade e novas versões e aprimoramentos deverão ser realizadas de acordo com o aumento da disponibilidade dos testes, evolução da pandemia no município e análises científicas a partir dos dados obtidos ao longo do projeto.

reuniao

 


16/06/20 - Reunião dos membros do Comitê Gestor do Projeto de Pesquisa e Diagnóstico Molecular do COVID-19 no NUPEM/UFRJ Macaé com a Fundação COPPETEC consolida as ações transparentes de prestação de contas do projeto

Em reunião realizada na última segunda-feira dia 15 de junho, membros do comitê gestor do projeto (link) se reuniram com o Diretor Executivo da Fundação COPPETEC Fernando Peregrino, fundação responsável pela administração da única conta de doações do projeto “APOIO AO NUPEM UFRJ-MACAÉ PARA IMPLEMENTAÇÃO DE UM LABORATÓRIO DE CAMPANHA PARA TESTAGEM E PESQUISA DO COVID-19 (LCC-UFRJ-MACAÉ)”.

Todas as execuções de despesas em andamento, pagamentos realizados e suas respectivas notas fiscais do “Fundo COPPETEC de Apoio ao Diagnóstico Molecular do COVID-19 no Município de Macaé e Região”  podem ser acompanhadas em tempo real no site http://transparencia.coppetec.ufrj.br/pesquisa-covid19-macae.php

Por sugestão de membros do comitê gestor do Projeto, plenamente acatada pelo Dr. Fernando Peregrino, serão adicionados no extrato de prestação de contas do Fundo os valores destinados por cada doador, com indicação do nome (ou apenas como doador, quando escolheu permanecer sob anonimato), valor e data do depósito. Foi ressaltada pelo comitê gestor a necessidade se se manter a total transparência de todas as ações do Fundo e do Projeto.

O Prof. Peregrino destacou o histórico da Fundação COPPETEC no fomento à Ciência e Tecnologia nas ações da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e de como a criação dos “Fundos Emergenciais de Apoio aos Hospitais UFRJ” e do “Fundo de Pesquisa e Diagnóstico do COVID-19 Macaé” podem servir de modelo para outras iniciativas de interação entre o setor público e privado na era pós-pandemia. Prof. Peregrino também destacou que a Fundação COPPETEC não cobra qualquer taxa de administração sobre o recurso arrecadado sendo todo o recurso obtido destinado para fins unicamente de pesquisa e diagnóstico de COVID.

O Fundo “COPPETEC de Apoio ao Diagnóstico Molecular do COVID-19 no Município de Macaé e Região” tem viabilizado a captação de recursos financeiros provenientes de doações de pessoas físicas e jurídicas para a realização de testes por RT-PCR.  Estes testes estão sendo realizados a partir de protocolo de encaminhamento de pacientes estabelecidos por um comitê técnico-científico a ser brevemente divulgado, que opera de acordo com regras estabelecidas pelo Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde.

Logo após a fala do Dr. Peregrino, o Diretor do NUPEM/UFRJ realizou uma apresentação, contendo os dados financeiros das compras solicitadas à COPPETEC, de uma estimativa de custo aproximado de cada teste para a fase automatizada (36.000 testes), quando com os recursos necessários poderão ser realizados de 200 a 300 exames por dia. A apresentação do Diretor do NUPEM/UFRJ pode ser visualizada no arquivo aqui (link).

Atualmente, o NUPEM/UFRJ realiza 40 testes diários, totalizando 200 por semana. O número de testes realizados é atualizado em tempo real no site do NUPEM https://www.macae.ufrj.br/nupem/ e a expectativa é que ainda esta semana sejam atingidos 1000 testes de PCR em tempo real no município de Macaé. Através deste projeto, apoiado por representantes de instituições públicas e privadas, Macaé tem se consolidado como a cidade do Norte-Fluminense que mais realiza testes moleculares padrão-ouro para COVID-19.

relatorio

 


16/06/20 - Classificação final do processo seletivo para seleção de Bolsistas e Voluntários para atuar no projeto: "Apoio ao NUPEM/UFRJ-Macaé para implementação de um laboratório de campanha para testagem e pesquisa do COVID-19 (LLCC-UFRJ-MACAÉ)".

O Diretor do NUPEM/UFRJ torna pública a classificação final do processo seletivo que foi realizado visando selecionar pesquisadores/alunos do NUPEM/UFRJ e voluntários com experiência laboratorial específica ao objeto deste edital, para atuarem neste projeto estabelecido entre o NUPEM/UFRJ, o Laboratório de Virologia Molecular, do Instituto de Biologia/UFRJ, a Prefeitura Municipal de Macaé, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho em colaboração com diversas Instituições de Saúde de Macaé.

Candidatos da lista anterior publicada em 02 de Junho de 2020 foram desclassificados pelo não cumprimento das solicitações de fornecimento de documentos requeridos pela Prefeitura Municipal de Macaé para implementação das bolsas. Novos candidatos foram convocados de acordo com a ordem de classificação amplamente divulgada em nosso site em 02/06/2020.

Para verificar a nova lista de classificados finais para as bolsas clique aqui.

Demais candidatos poderão ser chamados para atuarem como voluntários nas atividades laboratoriais.

 


15/06/20 - Instituto Nupem, da UFRJ, avança em testes para diagnóstico de Covid-19 em Macaé

Um projeto desenvolvido no Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Nupem/UFRJ), em Macaé, vem oferecendo à população desse município do Norte Fluminense, desde o mês de abril, a realização de testes de RT-PCR (do inglês, Reverse-Transcriptase Polymerase Chain Reaction) em tempo real, para o diagnóstico da doença Covid-19, causada pelo coronavírus (Sars-CoV-2). Os testes são vêm sendo realizados no Laboratório de Microbiologia e Bioprocessos Mario Alberto Neto, do Nupem. O coordenador geral do projeto é o médico e professor Amilcar Tanuri, do Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia, do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, e a coordenação local é realizada pelo biomédico e professor Rodrigo Nunes da Fonseca, diretor do Nupem. Ambos os coordenadores foram contemplados pela FAPERJ no programa Cientista do Nosso Estado, de apoio à realização de pesquisas científicas.

faperj

No laboratório do Nupem, polo avançado da UFRJ em Macaé, técnicos recebem e analisam amostras de pacientes, durante a realização de testes de PCR em tempo real, para o diagnóstico da Covid-19 (Fotos: Divulgação)

Tanuri destaca que a realização dos testes em Macaé é uma questão estratégica para o controle da pandemia no estado do Rio de Janeiro. “Macaé é uma cidade portuária com a economia voltada para a indústria do gás e do petróleo, que tem como característica a grande circulação de pessoas que trabalham nas plataformas, inclusive estrangeiros. Por isso, a cidade é uma porta de entrada para o novo coronavírus. A realização dos testes de PCR em tempo real pelo Nupem também pode ajudar nos estudos da prevalência e da incidência da Covid-19 no município”, ponderou.

De acordo com o boletim da Vigilância Epidemiológica de Macaé, atualizado em 2 de junho, havia até aquele momento o registro formal de 936 casos confirmados de Covid-19 no município e 35 óbitos em razão da doença. “Logo no início de março, houve o fechamento completo da cidade com barreiras sanitárias, onde são realizados testes de temperatura, e caso as pessoas tenham febre, são encaminhadas para o Centro de Triagem do Paciente com Coronavírus de Macaé, que centraliza o atendimento aos pacientes de Covid-19 na cidade. Essa política de fechamento da cidade bem no início da pandemia foi positiva, e as taxas de ocupação nos CTIs estão em cerca de 60%”, contextualizou Fonseca.

Trata-se de um projeto amplo, que envolve a participação de diversas instituições públicas, como a Prefeitura de Macaé, o Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Trabalho (MPT), a Associação de Docentes da UFRJ (AdUFRJ), hospitais filantrópicos (Irmandade São João Batista) e instituições privadas (Unimed, Hospital São Lucas), médicos do trabalho, além de empresas da cadeia de óleo e gás. “O projeto é bom um exemplo de interação entre o poder público e o setor produtivo da cidade. No Laboratório de Microbiologia e Bioprocessos, do Nupem, são realizados testes de PCR em tempo real dos pacientes atendidos no Centro de Triagem do Paciente com Coronavírus de Macaé. As amostras são encaminhadas segundo as prioridades da lista de espera estabelecidas pela Secretaria Municipal de Saúde”, explicou Nunes-da-Fonseca. “Já o MPF e o MPT atuam no comitê gestor do projeto, na proposição e fiscalização das ações, bem como na divulgação da importância do projeto para as empresas, principalmente da indústria do petróleo”, completou.

Os testes de RT-PCR em tempo real realizados no Nupem são, segundo ele, o “padrão ouro” seguido por outros países e servem para a detecção da doença em estágio inicial. “O PCR é o teste indicado para pacientes com sintomas iniciais de Covid-19, entre o segundo e o décimo dia de sintomas, em média, e confirma se eles são positivos ou não para a doença. Ele é realizado a partir da retirada de uma amostra de secreção da mucosa nasal pois o coronavírus fica alojado inicialmente no trato respiratório superior, e depois, com a evolução da doença, desce para os pulmões. No laboratório do Nupem, verificamos se os swabs nasais contendo células extraídas da região nasofaríngea apresentam o RNA do coronavírus. O processo, feito de forma manual, leva cerca de quatro horas”, detalhou Nunes-da-Fonseca.

Rodrigo Nupem macae peq

Nunes-da-Fonseca destaca a importância da realização dos testes para diagnósticos no estágio inicial da doença

Ele explicou ainda que os testes de RT-PCR em tempo real têm objetivos totalmente diferentes dos testes imunológicos rápidos oferecidos, por exemplo, em farmácias, que servem para checar se a pessoa que adquiriu a doença recentemente e se desenvolveu anticorpos, indicando assim se ela teve ou não Covid-19. “A importância da realização dos testes de PCR em tempo real é que quando você detecta a infecção no início, a pessoa pode ser isolada imediatamente e deixar de transmitir o coronavírus. Se a pessoa infectada for assintomática ou tiver sintomas leves, por exemplo, não souber o seu diagnóstico e continuar circulando normalmente, o vírus continua a ser transmitido”, justificou.

Atualmente, são realizados cerca de 30 testes diários no laboratório do Nupem, por meio de equipamentos manuais, e já foram realizados mais de 600 testes, ao todo. “O nosso objetivo é conseguir recursos para acelerar esse processo. Se conseguirmos adquirir equipamentos para a automatização dos testes de PCR em tempo real e mais insumos, conseguiremos realizar até 300 testes por dia, totalizando de 4.000 a 6.000 testes por mês até o final do ano. Hoje, temos insumos para continuar trabalhando por mais dois meses e meio, apenas”, destacou Nunes-da-Fonseca. “Por isso, lançamos uma campanha para angariar fundos e contamos com a colaboração de entidades públicas e privadas”, ressaltou.

A Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec), voltada para o apoio de projetos de desenvolvimento tecnológico, de pesquisa, de ensino e de extensão, da Coppe e demais unidades da UFRJ, criou um fundo único e exclusivo, cujo acompanhamento financeiro pode ser seguido diariamente no link http://www.coppetec.coppe.ufrj.br/site/transparencia/pesquisa-covid19-macae.php. A utilização destes recursos será acompanhada pelo comitê gestor do projeto, incluindo o MPT e o MPF, sendo esta conta a única forma de doação de recursos financeiros para o projeto. Outra forma de contribuir é por meio da doação dos equipamentos necessários para a automação do processo. Empresas, entidades públicas e privadas e pessoas físicas interessadas em colaborar com a aquisição de equipamentos devem entrar em contato com a direção do Nupem pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Os testes vêm sendo coordenados pela professora Natália Martins Feitosa e o tecnólogo Bruno Rodrigues, e contam com a participação de mais 17 voluntários incluindo professores e alunos de pós-graduação do Nupem, pesquisadores contemplados pelo programa Jovem Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ, além de bolsistas de mestrado e doutorado dos Programas de Pós-Graduação (PPG) Multicêntrico em Fisiologia; em Ciências Ambientais e Conservação do Nupem; em Produtos Bioativos e Biociências do campus Macaé da UFRJ; e em Ciências Morfológicas UFRJ-Sede. Todos esses programas de pós-graduação recebem apoio da FAPERJ, por meio de bolsas de estudo. O número de testes pode ser acompanhado em tempo real no site do Nupem.

 

( Fonte: faperj.br )

 


02/06/20 - Resultado do processo seletivo para seleção de Bolsistas e Voluntários para atuar no projeto: "Apoio ao NUPEM/UFRJ-Macaé para implementação de um laboratório de campanha para testagem e pesquisa do COVID-19 (LLCC-UFRJ-MACAÉ)".

O Diretor do NUPEM/UFRJ torna público o resultado do processo seletivo, visando selecionar pesquisadores/alunos do NUPEM/UFRJ e voluntários com experiência laboratorial específica ao objeto deste edital para atuarem neste projeto estabelecido entre o NUPEM/UFRJ, o Laboratório de Virologia Molecular, do Instituto de Biologia/UFRJ, a Prefeitura Municipal de Macaé, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho em colaboração com diversas Instituições de Saúde de Macaé.

Os candidatos aprovados no processo seletivo receberão e-mail solicitando os documentos requeridos pela Prefeitura de Macaé para implementação das bolsas, bem como instruções para o cadastro no processo de voluntariado.

Clique aqui para conferir a lista dos aprovados.

 


22/05/20 - "Processo para seleção de bolsistas para atuar no projeto: “Apoio ao NUPEM/UFRJ-Macaé para implementação de um laboratório de campanha para testagem e pesquisa do COVID-19 (LCC-UFRJ-Macaé)"

 O Diretor do NUPEM/UFRJ torna público o processo seletivo, visando selecionar pesquisadores/alunos do NUPEM/UFRJ e voluntários com experiência laboratorial específica ao objeto deste edital para atuarem neste projeto estabelecido entre o NUPEM/UFRJ, o Laboratório de Virologia Molecular, do Instituto de Biologia/UFRJ, a Prefeitura Municipal de Macaé, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho em colaboração com diversas Instituições de Saúde de Macaé.

O referido Edital segue as atividades propostas pelo termo de convênio celebrado entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e o Município de Macaé, para fins de ampliar o apoio para realização de Pesquisas e Testes de Identificação de COVID-19 por PCR.

Clique aqui e saiba mais.

covid 19 nupem ufrj

 


14/05/20 - "Ações de Enfrentamento da COVID-19"

 Diante da pandemia do novo coronavírus e tendo como base as normativas de segurança biológica do Ministério de Saúde para o enfrentamento da COVID-19, a Comissão de Segurança Biológica (CSB) do NUPEM/UFRJ tem desenvolvido ações de segurança biológica para auxiliar a população interna e externa na prevenção contra o vírus.

As ações internas têm como foco os docentes, técnicos e discentes do NUPEM, bem como todos os terceirizados que estão atuando durante esse período de contingenciamento. Para tanto, estão sendo elaborados cartazes e folders educativos sobre uso correto de EPIs e cuidados em biossegurança os quais serão fixados e distribuídos dentro da unidade. As ações externas visam a sociedade como um todo, em especial a população macaense, e incluem a preparação e divulgação de vídeos e materiais informativos sobre medidas de segurança biológica para prevenção contra o novo coronavírus. Os vídeos e os demais materiais produzidos serão divulgados no site do NUPEM e nas redes sociais.

Visto que estão sendo realizados testes de diagnóstico molecular de COVID-19 nas instalações do NUPEM, a CSB buscou se inteirar sobre as medidas e procedimentos técnicos adotados na manipulação de agentes e materiais biológicos relacionados ao SARS-CoV2. A CSB se colocou à disposição para orientar e auxiliar no processo de descarte dos resíduos biológicos, bem como na elaboração de procedimentos operacionais padronizados (POP) necessários para facilitar a rotina do diagnóstico.

A CSB reconhece o excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pela equipe de testes e ressalta a importância de manter o diálogo entre os diferentes grupos de trabalho para melhoria constante dos procedimentos de segurança biológica. Todos os voluntários da equipe de teste foram submetidos a testes iniciais e estão sendo monitorados a cada 15 dias para COVID-19, de forma a garantir a segurança desses colaboradores. Até o momento, não foi detectado nenhum voluntário positivo para COVID-19.

Considerando o retorno de algumas atividades comerciais no município e o crescente aumento do número de casos de COVID-19, a CSB reforça a orientação normativa de manter o isolamento social, o uso de máscaras nas dependências do NUPEM e pede o auxílio de todos na divulgação de materiais informativos para redução dos riscos de contaminação.

reunião

Reunião virtual entre a Direção do Nupem, representantes da Equipe de testes diagnósticos de covid-19 e da Comissão de Segurança Biológica do NUPEM.

Comissão de Segurança Biológica - NUPEM/UFRJ

Presidente: Bruno Vasconcellos G. Forte, Téc. Lab. Química

Vice-Presidente: Naiara Viana Campos, Bióloga

Integrantes: Aline Gomes Dias Pinto Monteiro, Téc. Lab. Química

Analy Machado de Oliveira Leite, Prof. Adjunto

Daiana Vieira Lopes Alves, Prof. Adjunto

Josué Marcelo de A. Silva, Téc. Lab. Biotério

 


11/05/20 - "MPT, MPF, NUPEM/UFRJ, Prefeitura de Macaé e demais instituições apresentam projeto de Laboratório de Campanha para Pesquisa e Diagnóstico de COVID-19  para empresas da região de Macaé"

 No dia 06 de maio de 2020 membros signatários e parceiros do projeto Apoio ao NUPEM UFRJ-Macaé Para Implementação de um Laboratório de Campanha para Testagem e Pesquisa do COVID-19 (LCC-UFRJ-Macaé) se reuniram, virtualmente, a partir de convite do Ministério Público do Trabalho, com representantes de mais de 60 empresas e entidades empresariais de Macaé e região para apresentação dos objetivos e metas deste projeto, que vem se constituindo em grande exemplo de interação entre poder público e privado. Também participaram da reunião outros membros do Comitê Gestor do Projeto, tais como representantes dos Hospitais Privados de Macaé, da Prefeitura Municipal de Macaé e médicos do trabalho de Macaé.

A Procuradora do Trabalho Dra. Cirlene Zimmermann iniciou a reunião com a participação do coordenador geral do projeto Prof. Titular Amilcar Tanuri, do Instituto de Biologia da UFRJ, que expôs a necessidade de criação deste espaço de geração do conhecimento e testagem para COVID-19 no NUPEM/Macaé e o legado que este projeto poderá trazer para a Cidade de Macaé. A testagem dos indivíduos afetados e o desenvolvimento de pesquisas locais serão o enfoque, segundo o pesquisador.

A reunião continuou com uma apresentação do projeto pela Direção do NUPEM/UFRJ, que ressaltou a importância da participação de todas as Instituições Públicas e Privadas envolvidas no projeto até o presente momento, para que os atuais 20 testes/dia estejam sendo realizados. A Direção do NUPEM/UFRJ destacou que toda coleta do material para os testes e doações de EPIs têm sido realizadas pela Prefeitura Municipal de Macaé, que os testes são realizados por voluntários do NUPEM/UFRJ e que os reagentes para os testes foram obtidos a partir de doações de docentes do NUPEM/UFRJ, do Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da UFRJ, da Fundação Oswaldo Cruz, bem como da Irmandade São João Batista e UNIMED Costa do Sol.

Segundo a Direção do NUPEM/UFRJ e o Prof. Amilcar Tanuri para alcançar o objetivo de 200 a 300 testes/dia será necessária a aquisição de equipamentos e reagentes importados. Assim, foi um criado um Fundo único e exclusivo para as doações do projeto na Fundação COPPETEC, Banco do Brasil, conta 55633-5 da Agência 2234-9, cujo acompanhamento financeiro pode ser seguido diariamente e de forma transparente (http://www.coppetec.coppe.ufrj.br/site/transparencia/pesquisa-covid19-macae.php). A utilização destes recursos será acompanhada pelo comitê gestor do projeto, incluindo o MPT e o MPF, sendo esta conta a única forma de doação de recursos financeiros para o projeto. Outra forma de contribuir com o projeto é por meio da doação dos equipamentos necessários para a Fase 2, que prevê a automação do processo. Empresas, entidades públicas e privadas, órgãos do poder público e pessoas físicas interessadas em colaborar com a aquisição de equipamentos devem entrar em contato com a Direção do NUPEM/UFRJ pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. para a validação dos equipamentos bem como da necessidade de compra dos mesmos.

Após vários esclarecimentos prestados aos representantes das empresas pelos proponentes do Projeto e a participação do Prefeito de Macaé demonstrando o entusiasmo e o suporte da Prefeitura Municipal de Macaé, o MPF representado pelo Dr. Fabio Sanchez e o MPT representado pela Dra. Cirlene Zimmermann fizeram suas considerações finais e encerraram a reunião.

O projeto assinado pelas instituições proponentes e parceiras encontra-se aqui (Download).

O folder com o link para doações na única conta oficial do projeto encontra-se aqui (Link).

O documento de divulgação do projeto com seus idealizadores e colaboradores bem como os objetivos do mesmo, encontra-se aqui (link).

 


07/05/20 - "Nupem/ufrj começa a fazer testes rápidos de Covid-19"

 Confira a reportagem do RJTV: NUPEM/UFRJ realiza testes rápidos de COVID-19 em parceria com o Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Prefeitura de Macaé, Médicos Infectologistas e Hospitais da Cidade.

Assista no link: https://globoplay.globo.com/v/8533014/.

globo1

 


23/04/20 - "NUPEM/UFRJ, Instituições Públicas e Privadas se unem para aumento de testes do COVID-19 e estabelecimento de Laboratório de Diagnóstico e Pesquisa em Macaé"

 A parceria iniciada entre o NUPEM/UFRJ e Grupo de Trabalho Multidisciplinar liderado pelo Laboratório de Virologia Molecular do Departamento de Genética do IB-UFRJ (LVM-UFRJ) para os testes moleculares de detecção do COVID-19 já foram responsáveis pela realização de mais de 100 exames moleculares de “padrão-ouro” em Macaé. Atualmente, esta parceria conta com a participação da Prefeitura de Macaé na seleção dos pacientes, coleta e entrega dos swabs naso-faríngeos e fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) para realização dos diagnósticos, através da Secretaria Municipal de Saúde.

 logos quadrado 1080

No NUPEM/UFRJ, até o presente momento, 10 pesquisadores, membros de seu corpo social, atuam como voluntários na realização destes testes de alta complexidade, sendo os resultados das análises entregues à prefeitura no mesmo dia da coleta ou no dia posterior. Na fase inicial de implantação, o projeto tem sido apoiado com a doação de reagentes provenientes do LVM-UFRJ e do Hospital São João Batista de Macaé. Na primeira fase sequencial que permitirá a realização de forma manual de 60 testes diários para o COVID-19 nas próximas oito semanas, o projeto contará com o apoio da UNIMED Costa do Sol, do São Lucas Hospital de Clínicas, Secretaria de Ciência e Tecnologia e Saúde.

Para uma segunda etapa, que se inicia de imediato pela necessidade de importação e competição do mercado internacional, visando aumentar o número de testes e realizá-los de forma automatizada, a Direção do NUPEM/UFRJ tem realizando reuniões com membros do Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, Médicos do Trabalho da Indústria de Óleo e Gás, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Prefeitura de Macaé, Médicos Infectologistas e Hospitais da Cidade de Macaé.

Em reunião coordenada pelo MPF-Macaé e MPT-Cabo Frio, no dia 22 de abril de 2020, foi delineada a segunda fase do projeto, a partir da participação destes diversos atores. Algumas ações foram elencadas e serão paulatinamente realizadas pelos diferentes atores públicos e privados.

A Prefeitura de Macaé se prontificou a realizar Edital Público para seleção de bolsistas para atuarem nos projetos de desenvolvimento do laboratório, estabelecimento dos testes e pesquisas em virologia, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia. O Município de Macaé também se comprometeu em viabilizar a construção predial da ampliação do Espaço Físico do Laboratório no NUPEM, necessário para as fases posteriores do projeto.

A Direção do NUPEM/UFRJ pleiteou e conseguiu abrir uma conta para doações privadas para viabilizar a compra de insumos e reagentes para os testes e pesquisa do COVID-19, consumíveis e materiais de uso do laboratório. Essa conta será gerenciada pela fundação COPPETEC da UFRJ e auditada pelos órgãos públicos de controle. Por último, foi acordado entre os presentes que o MPF, o MPT, bem como os médicos do trabalho e hospitais buscarão doações, com entidades privadas, para aquisição dos equipamentos de automação para o aumento dos atuais 20-30 testes/dia para cerca de 200-300 testes/dia tendo em vista a possibilidade de maior celeridade na aquisição destes equipamentos; além de outras ferramentas e necessidades de apoio para a implementação do projeto.

Assim, o comitê gestor do projeto será constituído por membros de entidades públicas e privadas com acompanhamento do MPF e do MPT, podendo se constituir em um exitoso modelo de interação público-privada para o combate da epidemia, com uma melhor organização das relações do trabalho e utilização eficiente e responsável dos recursos tecnológicos e o conhecimento em benefício de toda uma sociedade.

 


21/04/20 - "Nota à Sociedade de Macaé e Região"

 O Corpo Social do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade (NUPEM/UFRJ) vem dando continuidade as realizações das diversas atividades contra a Pandemia do COVID-19 em prol da sociedade macaense e região. Todas estas atividades vêm sendo divulgadas em nosso site (https://www.macae.ufrj.br/nupem/) e nossas mídias sociais (Twitter, Instagram, Facebook).

 Dentre estas atividades, o NUPEM/UFRJ tem realizado ensaios iniciais para detecção do COVID-19 em parceria com o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ (Campus Fundão) e a Prefeitura de Macaé.

Tendo em vista a importância e necessidade de aumento de realização dos testes “Padrão Ouro” a Direção do NUPEM/UFRJ tem dialogado e buscado formar ações para atender a demanda da sociedade civil organizada neste momento representada pelos médicos do Trabalho da indústria de óleo e gás. Estas interações estimularam a composição de várias representações  em um Comitê Gestor com vários entes públicos (Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Secretaria de Saúde e Secretaria de Ciência e Tecnologia de Macaé) e privados (representantes de hospitais privados e filantrópicos como UNIMED e Hospital São João Batista) com a intenção da construção de ações propositivas voltadas ao fortalecimento da ciência como elemento de fundamental importância para a sociedade, principalmente no momento que vivemos.

Diante da alta complexidade de todo processo e a diversidade de atores envolvidos, a Direção do Instituto de Biodiversidade tem buscado dar a maior transparência e celeridade possível a todo este processo, bem como a futura gestão dos possíveis recursos que poderão ser obtidos e utilizados para criação no Município de Macaé, de um laboratório “Padrão Ouro” para o Diagnóstico Molecular de COVID-19 e outras enfermidades.

Vale ressaltar que qualquer ação que envolva o NUPEM/UFRJ será exclusivamente divulgada pelos meios de divulgação oficiais da UFRJ. Pedimos à população que qualquer informação veiculada em redes sociais privadas sejam confirmadas em nosso site ou diretamente pelo e-mail (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).

 


17/04/20 - "Coronavírus: UFRJ Macaé realiza ações no combate à COVID-19"

Doação de álcool 70%, impressão de máscaras de proteção e diagnóstico molecular do novo coronavírus são algumas das iniciativas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que estão sendo realizadas no campus de Macaé. As ações, propostas pela Secretaria de Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Macaé, têm como finalidade contribuir para a redução dos efeitos da pandemia de COVID-19 no município. As atividades tiveram início em 24/3 e contam com a participação de todo o corpo social da Universidade.

Foto: Artur Moês - Coordcom/UFRJ

A doação de álcool 70% destina-se a asilos e casas de repouso da região. Já as máscaras de proteção facial serão utilizadas pelos servidores da área de saúde. Elas são produzidas em uma impressora 3D do Laboratório de Robótica do Polo Universitário de Macaé. O diagnóstico molecular do vírus via PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) está sendo realizado em parceria com o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia. Para a execução dos testes, a direção do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade Nupem tem buscado parceiros para a aquisição de insumos e equipamentos. 

Além dessas ações, a Diretoria Adjunta de Assuntos Comunitários do Nupem iniciou uma coleta e distribuição voluntária de cestas básicas para os auxiliares de serviços gerais que atuam no instituto e para a associação de moradores local.

Segundo Rodrigo Nunes da Fonseca, diretor do Nupem, a atuação do instituto tem contribuído para o enfrentamento da pandemia. “O momento é de respostas rápidas pela universidade pública, baseadas na sua excelência acadêmica desenvolvida por décadas de apoio público às instituições de ensino e pesquisa. O Instituto Nupem tem conseguido atuar nas questões demandadas pelo município de Macaé, particularmente por suas parcerias de longa data com unidades de excelência da UFRJ no Rio de Janeiro, como o Instituto de Biologia.”

 


04/04/20 - "NUPEM/UFRJ Participa e Realiza Diversas Atividades Contra a Epidemina de COVID-19"

 Com a pandemia de COVID-19 os docentes, técnicos-administrativos e alunos do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade NUPEM, da Universidade Federal do Rio de Janeiro têm se unido em prol de ações para mitigar os efeitos da pandemia no município de Macaé.

As ações tiveram início no dia 24 de março de 2020 em reunião virtual (via aplicativo zoom) entre pesquisadores do Instituto NUPEM e o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia do município de Macaé, Carlos Eduardo Lopes da Silva. Nesta reunião foram identificadas ações de prioritárias para o município de Macaé contra a pandemia do COVID-19 para as quais o Corpo Social Instituto NUPEM pudesse contribuir. O secretário elencou três principais prioridades que foram encaminhados via Ofício para a Direção do NUPEM. índicecapa

 Foto: Reunião virtual com a secretária de Ciência e Tecnologia de Macaé sobre a crise COVID-019.

Dentre as ações propostas pelo secretário de Ciência e Tecnologia do Município que poderiam contar com a participação do Instituto NUPEM destacam-se: a  produção de álcool 70% para distribuição para asilos e casas de repouso de Macaé, a impressão de máscaras para segurança dos profissionais de saúde e o diagnóstico molecular do vírus via PCR em tempo real do COVID-19. Além destas ações, a Diretoria Adjunta de Assuntos Comunitários através do Professor Pedro Holanda de Carvalho iniciou uma coleta e distribuição voluntária para os auxiliares de serviços gerais atuando no Instituto NUPEM e para Associação de moradores, responsável pela distribuição no Bairro.

segunda

Prof. Pedro Hollanda de Carvalho e Senhor José Amaro Bittar dos Santos no recebimento das doações de cestas básicas dos membros da Comunidade do NUPEM para moradores e terceirizados do bairro Barreto.

O NUPEM também participou da manufatura de máscaras de proteção facial que serão utilizadas pelos servidores da saúde do município com auxílio de uma impressora 3D do Laboratório Integrado de Química do NUPEM cedida pelo seu coordenador Prof. Mario Schultz. A confecção das máscaras de proteção está sendo realizada em parceria com alunos do Curso de Engenharia da UFRJ-Macaé, no Polo Universitário. Estas máscaras serão doadas aos profissionais de saúde para uso em suas ações perante a epidemia de COVID.

 terceira

Por último, o Instituto NUPEM, através de uma parceria com o Instituto de Biologia do Centro de Ciências da Saúde/UFRJ em particular com o Laboratório de Virologia Molecular do Departamento de Genética coordenados pelo Professor Amilcar Tanuri e Rodrigo Brindeiro certamente destacados como dois dos maiores virologistas do país. Membros da prefeitura de Macaé como o biológo Ubirajara Martins Guimarães, responsável pelas análises clinicas do município, a enfermeira do setor COVID-19 do Hospital da Prefeitura Municipal (HPM) Maria de Fatima Rodrigues de Brito, a bióloga Keity Nocchi e da equipe técnica-científica do NUPEM, composta pelos Professores Carlos Logullo, a Professora Natália Martins Feitosa e pelo Tecnólogo em Genômica Funcional Msc. Bruno Rodrigues. Estes dois últimos pesquisadores acompanharam a rotina de diagnóstico do COVID-19 por PCR em tempo real, técnica padrão-ouro na detecção do COVID-19 realizada no Centro de Ciências da Saúde, UFRJ. Nesta parceria está previsto que profissionais da prefeitura e hospitais públicos de Macaé ficarão responsáveis pela coleta do material, que será encaminhado para os laboratórios do NUPEM para realização dos exames moleculares de detecção do vírus COVID-19.

 quarta

Representantes da prefeitura de Macaé, do Instituto NUPEM e o Prof. Rodrigo Brindeiro, um dos mais experientes e destacados virologistas do Brasil.

Segundo o Diretor do Instituto NUPEM, Prof. Rodrigo Nunes da Fonseca, “O momento é de respostas rápidas pela Universidade Pública, baseadas na sua excelência acadêmica desenvolvida por décadas de apoio público às instituições de ensino e pesquisa. O Instituto NUPEM tem conseguido atuar nas questões demandadas pelo município de Macaé, particularmente por suas parcerias de longa data com Unidades de excelência da UFRJ-Rio de Janeiro, como o Instituto de Biologia”.

No momento, o maior entrave é a aquisição dos insumos necessários para estas análises moleculares bastante custosas. Todavia conforme observado pela Organização Mundial de Saúde países que obtiveram sucesso no controle da pandemia realizaram milhares deste tipo de teste diariamente. A Direção do Instituto tem buscado parceiros para aquisição e doações dos insumos e equipamentos para a execução dos testes.

O Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia do município Carlos Eduardo ressalta que as soluções para os grandes desafios do Século XXI, como esta pandemia, passam pela criação de ideias inovadoras congregando atores da iniciativa pública, startups, inventores independentes e membros da sociedade civil interessados em solucionar problemas, como este da pandemia da COVID. O Dr. Carlos Eduardo pontua o agradecimento a todos Institutos de Pesquisa, como o NUPEM/UFRJ e outras instituições públicas e privadas sediadas em Macaé que vem colaborando com a secretaria Adjunta de Ciência e Tecnologia do Município de Macaé. quinta

 

 

 

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

 

 

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ