Visite o NUPEM/UFRJ

Agende a sua visita e conheça algumas das nossas atividades de extensão e coleções!

 

Espaço Ciência

 

oceanos 2018 1

 

O Espaço Ciência é um museu de Biodiversidade inaugurado em 2008 e conta com a exposição "Diversidade dos Ecossistemas Costeiros do Norte Fluminense". Dentre as suas  principais atrações, estão aves e mamíferos terrestres taxidermizados, além de uma réplica em tamanho natural de um tubarão anequim.

Os organismos expostos ocorrem no Norte Fluminense, de modo que a exposição está inserida na realidade dos visitantes. Parte do acervo é produzida pela equipe do projeto a partir de animais vitimados em atropelamentos nas rodovias locais, transformando estes exemplares em um poderoso meio para difusão de informações sobre biologia e a importância da biodiversidade. O Norte Fluminense possui uma diversidade biológica ímpar que é pouco conhecida pela população local. Além disso, a região tem passado por um crescimento demográfico desenfreado nas últimas décadas, que tem se refletido em uma degradação socioambiental acentuada

O objetivo principal desta exposição é fazer com que a população sinta-se mais próxima da diversidade biológica, de modo que a consciência ambiental e ecológica possa ser desenvolvida. O público alvo principal do projeto são alunos e educadores dos ensinos fundamental e médio, que carecem de espaços educacionais desse tipo. A equipe do projeto estabeleceu uma rede de divulgação voltada para as escolas da região, e a partir de 2011 passou a contar com a colaboração da prefeitura de Macaé que disponibiliza o transporte para as escolas públicas. Painéis explicativos e um jogo interativo completam a exposição, que é mediada por Bolsistas de Extensão.

 

Scientificarte

 

Scientificarte2

 

O Scientificarte é um projeto criado em 2007 com o objetivo de divulgar a ciência através do uso da linguagem artística e de promover a difusão da arte através de atividades lúdicas para crianças, jovens e professores do ensino fundamental e médio.

 

"Scientificarte no Reino das Águas Claras – Uma Viagem ao Fundo do Mar": Sensibilização ambiental através da Literatura e do Teatro de Marionetes.

Um teatro de fantoches abre a oficina, ocorre um diálogo entre os personagens de Monteiro Lobato e o próprio, neste diálogo são descritas as maravilhas do reino das águas claras,  enfatizando os animais aquáticos ali observados,  por Narizinho.

As crianças poderão observar também os animais mencionados  no teatro através de uma exposição, e ter contato visual com estes animais.

 

“Agroartizando com Arcimboldo” : Trabalhamos com o conceito de agricultura familiar  e as obras do artista Arcimboldo.

Um vídeo informativo abre a oficina,  discorrendo sobre o artista, sobre agricultura familiar e também sobre alimentos orgânicos. Após este vídeo, os alunos são divididos em grupos e convidados a participar de um quiz relacionado ao vídeo, e a cada resposta correta, uma peça do quebra-cabeça deve ser levada ao quadro onde o mesmo será montado, estimulando a competitividade e a atenção ao vídeo. Por fim, as crianças recebem um brinde: uma muda de tempero ou verdura para estimular a plantação consciente.

 

Iurukuá

 

oceanos 2018I

 

Projeto de conservação e educação ambiental de tartarugas marinhas em Macaé e Rio das Ostras.

O Projeto Iurukuá é uma iniciativa de um grupo de alunos de graduação do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro que através da observação de registros frequentes de encalhe e da avistagem de tartarugas marinhas em Macaé e Rio das Ostras, observou a necessidade de ações específicas e urgentes que visem a conservação das espécies na região Norte Lago Fluminense.


Dentre os objetivos desse projeto, encontram-se questões a serem respondidas, tais como a diversidade local de tartarugas marinhas, a intensificação de interferências antrópicas e possíveis locais de desova na região.


Em conjunto com a conservação das tartarugas marinhas da região, o projeto propõe um trabalho de Educação Ambiental fundamental com propostas de ações que levem as comunidades envolvidas à conscientização da importância da preservação do meio ambiente de um modo geral e, também, da necessidade de informar e educar para que, através de ações dinâmicas e interativas com a população, possa haver uma necessária mudança de postura no relacionamento com a natureza.
Além da criação de ações educacionais, o desenvolvimento do projeto irá proporcionar a longo prazo um mapeamento da população de tartarugas marinhas, as ameças que as espécies sofrem e ações específicas para sua conservação .

 

Costões Rochosos

 

oceanos 2018C

 

Costões rochosos são ecossistemas de transição dos ambientes marinhos e terrestres que se caracterizam por elevada diversidade de grupos como algas, crustáceos, moluscos, peixes e aves. Além disso, são ambientes de grande importância social e econômica, sendo utilizados pelo homem devido sua beleza cênica, facilidade de acesso e pela exploração de organismos para diversos fins.

Pesquisadores do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé – NUPEM/UFRJ e alunos dos cursos de Graduação em Ciências Biológicas e Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação do Campus UFRJ-Macaé desenvolvem desde abril de 2017 o “Projeto Costões Rochosos: Ecologia, Impactos e Conservação nas Regiões dos Lagos e Norte Fluminense”, que conta com apoio financeiro do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – FUNBIO. Os estudos estão sendo desenvolvidos nos costões rochosos dos municípios de Macaé, Rio das Ostras e Armação dos Búzios. Dentre os principais objetivos do projeto estão: 1. investigar a composição e dinâmica dos organismos que habitam os costões rochosos, 2. identificar os impactos antrópicos em curso e os potenciais, 3. analisar os tipos de usos dos costões pela sociedade e, 4. realizar atividades de sensibilização ambiental e propor ações de manejo para fins de conservação.

Aquários de toque com diversos organismos que ocorrem nos costões são  expostos e supervisionados pelos alunos do projeto, que aproveitaram o interesse do público para explicar detalhes e curiosidades da biologia das espécies. Além disso, a falta de conhecimento da população sobre a diversidade nos costões rochosos, bem como inexistência de programas de educação ambiental e de políticas públicas específicas para promover a conservação desse ecossistema são temas abordados na oficina.

 Fonte: http://visaosocioambiental.com.br/revista/?p=543

 

Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ

 

Além de serem fundamentais para o aumento da compreensão dos principais aspectos da biodiversidade, Coleções Biológicas são também cruciais para estudos voltados à evolução, saúde ambiental, mudanças climáticas e conservação.

Coleções Regionais, que frequentemente são localizadas fora das capitais, também contribuem para a formação de pessoal especializado e para o avanço do conhecimento sobre a biodiversidade, especialmente quando inseridas em regiões com biotas diversificadas e relativamente pouco estudadas.

Esse é o caso da Coleção de Peixes do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé, Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUPEM/UFRJ).

Com início de suas atividades em 2008, a Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ (NPM) tem o objetivo de fomentar, através de material ictiológico catalogado, estudos disciplinares e interdisciplinares voltados para a compreensão da diversidade biológica em diversos níveis (e.g. taxonomia, filogenia, biogeografia, pesca, ecologia e conservação), servindo também como base para a formação de docentes e alunos, principalmente dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação apoiados pelo NUPEM/UFRJ.

Como um reflexo de sua localização geográfica, o acervo da NPM é bastante representativo da ictiofauna que habita a variedade de corpos aquáticos continentais do Norte Fluminense e da plataforma e talude adjacentes. Entretanto, a abrangência geográfica do acervo têm aumentado consideravelmente desde sua criação, e atualmente inclui espécimes coletados em outros estados brasileiros e até mesmo em outros países.

Colecao02

A Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ também destaca-se por sua inserção em diversas atividades de Extensão desenvolvidas em Macaé e região. Nessas atividades, a população local tem a oportunidade de ampliar de forma divertida e interativa seus conhecimentos sobre aspectos da biologia e conservação da rica fauna de peixes da região Norte Fluminense.

Colecao03

Ao completar 10 anos de existência, a NPM comemora um grande feito: nesse ano atingimos a marca histórica de 5.000 lotes, em um acervo contendo mais de 64.000 exemplares que correspondem a 890 espécies de 204 famílias e 51 ordens de peixes distribuídas em Myxini, Petromyzontida, Chondrichthyes, Dipnoi e Actinopterygii.

Colecao01

Esse acervo expressivo dá suporte a diversos projetos de pesquisa desenvolvidos no NUPEM/UFRJ, como o “Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração - Sítio ”, financiado pelo CNPq, e o projeto “MULTIPESCA: Ciência para a sustentabilidade da pesca, pescado e pescadores do Rio de Janeiro”, financiado pelo “Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO)”. Apesar de seu curto tempo de existência, a Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ já foi fundamental para o desenvolvimento dos estudos de aproximadamente 10 alunos e alunas de Mestrado e Doutorado do “Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC)”.

A relevância da Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ também é ressaltada nas dezenas de livros e artigos nacionais e internacionais de impacto que fazem menção ao seu acervo, além de incontáveis Resumos apresentados em Congressos e outros eventos científicos. Uma lista dos principais artigos mencionando a NPM e os “links” onde estes artigos podem ser encontrados aqui.

 

Todo o acervo da Coleção de Peixes do NUPEM/UFRJ está disponível para consulta online na plataforma Species Link, que pode ser acessada em http://www.splink.org.br

Contato dos Curadores da Coleção de Peixes para agendamento de visita:

Fabio Di Dario – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Michael Maia Mincarone – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Vivências em Química

 

diadobiologologo

 

Convidamos as unidade de ensino públicas e privadas a trazerem suas turma de 9º ano e ensino médio para conhecer o nosso projeto.  Estamos recebendo visitas escolares, no ano de 2018, ao Laboratório de Química e Bioquímica, com o objetivo de possibilitar aos estudantes uma vivência em laboratório.

Além de apresentarmos ao aluno um espaço diferenciado, voltado para a ciência, também serão realizados experimentos em química a partir do uso de materiais comuns, presentes no cotidiano e de baixo busto.

Para maiores informações e agendamento de visitas, faça contato através do e-mail  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . 

 

viveciasemquimica

 

 

vivencias2

 

Projeto VivenciAR Livre

projetovivenciarlivre

Local: Parque Natural Municipal do Barreto - Macaé/RJ

Trilha Interativa

A atividade proposta é a utilização de trilhas interpretativas  como um instrumento pedagógico para estimular a capacidade de observação e reflexão.  Essas trilhas são caminhos pré-determinados, por onde os alunos, percorrem e onde o guia realiza a interpretação do meio à medida que avançam.  Em alguns pontos pode haver placas ou painéis  descritivos do fenômeno, interação ou  espécie importante de ocorrência no locoal. 

Coordenação: Professor Rodrigo Lemes

 

parquerestingabarreto

 

parquerestingabarreto2

 

  

  

Visite os Laboratórios do NUPEM/UFRJ

 

lab1labbioquimicalab4lab5

 

 

Laboratórios que servem às áreas de Botânica, Citologia, Histologia, Química, Microbiologia, Genética e Zoologia.

Confira aqui os Laboratórios existentes no NUPEM/UFRJ e agende com o coordenador responsável a sua visita!

 

  

Ciclo de Palestras

Toda quinta-feira, às 11h, o NUPEM/UFRJ recebe um palestrante para abordar tema de relevância científica ou social.

As palestras são gratuitas, abertas a todos os interessados e não exigem inscrição prévia.

Confira a programação aqui.

 

 cicloeste

 

 

 

 

 

Dias e Horários das Visitas

 

Terça-feira, das 9h às 11h (Espaço Ciência)

Quinta-feira:  9h às 11h (Espaço Ciência + Scientificarte)

Quinta-feira:  13h às 15h (Espaço Ciência)

 

O agendamento de visitas deverá ser feito através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. com as seguintes informações:

 

  1. 1-Nome da unidade escolar
  2. 2-Endereço e Telefone
  3. 3-Número de alunos
  4. 4-Ano de Escolaridade
  5. 5-Nome do responsável pela visita
  6. 6-Nome do responsável pelo agendamento

 

 Maiores informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  /  Telefone: (22) 2141-3933

 

Endereço:  Avenida São José do Barreto 764, Bairro São josé do Barreto, Macaé – Rio de Janeiro – Brasil. CEP:27965-045

Telefone:  (22) 2141-3982

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Website: http://www.macae.ufrj.br/nupem/

Facebook: https://www.facebook.com/ufrjnupem/

 

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

UFRJ NUPEM - Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-ambiental de Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ