302 Found

302 Found


nginx

AÇÕES DE EXTENSÃO PPG-PRODBIO

(ordem cronológica/decrescente)

 

17.Projeto: Kaizen: Formação de recursos humanos e o aperfeiçoamento contínuo profissional, institucional e social sobre animais peçonhentos e a produção de soros na saúde pública

Período: 2019 - atual

Descrição: Os acidentes com animais peçonhentos têm importância clínica e social em virtude de sua grande frequência e gravidade das lesões, sendo de extrema relevância a realização de condutas de diagnóstico e tratamento dos acidentados, especialmente com o uso de soros hiperimunes contendo imunoglobulinas específicas. Devido à relevância do conhecimento sobre a prevenção e o tratamento desses acidentes por parte da população e considerando as diretrizes de políticas de saúde pública, bem como a importância dos casos de acidentes na região de estudo, objetiva-se, neste projeto a implantação de um ciclo de ações educativas envolvendo essa temática junto a comunidade macaense e região, mais especificamente alunos de ensino médio e fundamental, bem como produtores rurais. Além disso, o presente projeto busca estreitar laços com o Instituto Vital Brazil (IVB), um dos laboratórios oficiais produtor de soros hiperimunes no Brasil, a fim de contribuir com a formação de recursos humanos tanto na empresa quanto na universidade e, dessa forma, possibilitar a integração dos profissionais e acadêmicos de vários cursos de graduação da UFRJ-Macaé, funcionários da empresa e comunidade regional em geral.

Integrantes: Professores: Maximiliano da Silva Sangoi, Vítor Todeschini (Coordenador);  Francisco Teixeira; Shaft Correa Pinto. Marina Cardoso Nemitz, Thiago Barth, Arídio Mattos Junior, Suzana Passos Chaves, Ilana de Souza Nunes, Maria Gorete Carvalho da Silva, Rafaela da Cruz Figueredo.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) .

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. | O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

16.Projeto: Compartilhando Experiências

Período: 2019 - atual

Descrição: O projeto visa fornecer subsídios ao ensino de Química e Biologia, por meio da experimentação e/ou simulação computacional, para que os temas que fazem parte do programa do ENEM possam ser abordados de forma a facilitar o processo de ensino-aprendizagem, visando assim uma melhor compreensão e aproveitamento dos estudantes em meio ao caráter conteudista que esta fase de estudo adquire.

Integrantes: Professora: Nelilma Correia Romeiro - Coordenadora; Doutoranda: Karina Godarth Gonçalves.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1)

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

15.Projeto: Tomando Ciência

Período: 2019 - atual

Descrição: A divulgação do conhecimento para as comunidades e a integração com as mesmas são ações desejáveis da Universidade Pública e gratuita. Nesse contexto, a proposta aqui apresentada pretende, através de ciclos semanais de seminários, palestras, debates e rodas de conversa, divulgar e discutir a Ciência da UFRJ Campus Macaé e de outras instituições públicas de ensino da região. Nesse processo, pretende-se incluir comunidades que possam se beneficiar dos conhecimentos científicos relacionados aos temas abordados, de modo a realizar debates e rodas de conversa que permitam que o olhar do público seja colocado diretamente sobre o conhecimento produzido, de modo a se refletir sobre a sua verdadeira importância. Pretende-se, como resultados, auxiliar na atualização de docentes e discentes externos acerca de temas científicos de 4 áreas gerais: Ciências Exatas, Ciências da Saúde, Biociências e Ensino. Ademais, pretende-se estimular os discentes do Ensino Médio a participarem de projetos científicos e também auxiliá-los na escolha da profissão através do contato com profissionais de diversas áreas e cursos da UFRJ Macaé e externos.

Integrantes: Professores: Nelilma Correia Romeiro (Coordenadora), Rodrigo de Siqueira Melo; Ítalo Rodolfo Silva.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

14.Evento: VII Semana da Química do Campus UFRJ-Macaé

Período: 2019 - atual

Descrição: Apresentar e divulgar o conhecimento nas diferentes áreas da Química.

Integrantes: Professores. Nelilma Correia Romeiro (Coordenadora), Willian Tássio Gomes Novato, Cid Pereira, Paulo José de Sousa Maia, Diego Fernando da S Paschoal.
Alunos envolvidos: Graduação: (12)

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

13.Projeto: Vivências em Química

Período: 2018 - atual

Descrição: O projeto receberá estudantes da Educação Básica com um intuito de mostrar a interface entre a química e suas variações às práticas sociais. Objetiva mostrar a importância do letramento científico e a inserção do conhecimento científico na produção de objetos e ações cotidianas. Alia-se à perspectiva do currículo com ênfase na articulação Ciência-Tecnologia-sociedade, considerando a importância da significação ao que é ensinado nas escolas e da contextualização social.

Integrantes: Professores:  Nelilma Correia Romeiro (Coordenador), Jorge Luis C. Moraes, Eldo Campos, Flávia Borges Mury, Mario Sergio Schultz, Cid Pereira, Heitor Monteiro Duarte, Maurício Mussi Molisani .
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (4)

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

12.Projeto: Atendimento ambulatorial da Liga Acadêmica de Cardiologia do Campus UFRJ - Macaé Professor Aloísio Teixeira

Período: 2018 - atual

Descrição: A Liga Acadêmica de Cardiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – Campus Macaé (LAC UFRJ-Macaé) vem com o propósito de ampliar o acesso da população macaense ao serviço especializado de saúde através do Atendimento Ambulatorial, que fornece voluntariamente um serviço de qualidade em promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças, tendo como foco maior o tratamento e controle da HAS. Através desse trabalho de caráter acadêmico-extensionista, espera-se a melhora nos parâmetros clínicos e laboratoriais de saúde dos pacientes, a começar pelo aumento da adesão terapêutica para controle efetivo dos fatores de risco e dos níveis tensionais.

Integrantes: Professores: Lécio Luiz Amaral do Patrocínio(Coordenador), Magdalena Nascimento Rennó.
Alunos: Graduação (23).

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

11.Projeto: Na minha escola tem Universitários

Período: 2018 - atual

Descrição: O Projeto Na Minha Escola tem Universitários objetiva contribuir para a melhoria da educação básica compartilhando saberes entre a comunidade escolar e o corpo discente, docente e técnico administrativo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus UFRJ-Macaé Prof. Aloísio Teixeira.

Integrantes: Professores: João Luiz Mendes Wanderley (Coordenador); Suzana Passos Chaves.
Técnicos: Cristiane Pires Teixeira, Fernanda Araújo Fonseca, Daniele Gravina, Jeanete Fendeler Hoelz,
Alunos: Nicolas Oliveira Lasheras, Laís Veridiana Pereira dos Santos

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

10.Projeto: Corpo Humano em Ação: Praticar para melhor compreender o seu funcionamento

Período: 2017 - atual

Descrição: A Fundação Brasileira para o desenvolvimento do ensino da Ciência estimula o emprego do método experimental no ensino das ciências, rompendo com o ensino dessa mesma área sob bases livrescas. Segundo eles, o trabalho em laboratório desenvolve nos alunos uma permanente atitude de indagação, observação e crítica, procurando tornar os alunos capazes de aplicar? Por iniciativa própria, o método científico a novos problemas, sendo mais importante do que dar-lhes informações específicas sobre determinados temas. Desta forma, para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem dos alunos do ensino fundamental e médio serão desenvolvidas visitas guiadas ao anatômico. Além disso, serão realizados experimentos científicos sobre o metabolismo e funcionamento do corpo humano. Estas abordagens ocorrerão através de demonstrações e indagações práticas com intuito de auxiliar em uma melhor compreensão do funcionamento do organismo, promovendo uma maior utilização e abrangência do conhecimento científico contido na Universidade para a comunidade. Atualmente, o ensino de ciências nas escolas é realizado com base em aulas teóricas devido a não disponibilidade, condições estruturais e financeiras para a realização de aulas práticas. Assim, a realização de visitações guiadas ao anatômico, bem como, a prática experimental contendo questões sobre os diferentes mecanismos anatômicos, bioquímicos e fisiológicos do corpo humano poderão auxiliar os alunos na concretização, adequação e aprendizado dos conceitos teóricos estudados, além de servir aos professores como ferramenta de apoio complementar às respectivas aulas.

Integrantes: Professores:  Cintia Monteiro de Barros (Coordenadora), Juliana Montani Raimundo; Flávia Borges Mury; Rosane Aparecida Ribeiro; Helene Nara Henriques Blanc; Elane da Silva Ribeiro.
Alunos PPG-ProdBio: Taynan Motta Portal; Jéssica Fernandes de Souza; Andressa de Abreu Mello (egressa).
Graduação: (10)

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

09.Projeto: Plantas Medicinais: Aprimoramento do Processo Ensino-Aprendizagem

Período: 2017 - atual

Descrição: A educação é compreendida como o processo de formação do ser humano, desenvolvendo-se primeiramente na família, mas com continuidade no convívio social, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais. Abordar no espaço escolar temas relacionados à saúde pode auxiliar na formação de crianças e adolescentes. O uso crescente de plantas medicinais in natura e sob a forma de fitoterápicos é estimulado, muitas vezes sem critérios, pela propaganda e pelos meios de comunicação, divulgando propriedades milagrosas para certas espécies vegetais, o que pode acarretar riscos à saúde da população. Desta forma, buscaremos promover o conhecimento sobre plantas medicinais e suas potencialidades terapêuticas e toxicológicas a alunos do II segmento do ensino fundamental do Colégio Atlântico Macaé LTDA e do Colégio Municipal Professora Maria Letícia Santos Carvalho. O projeto será conduzido por meio de atividades didáticas em sala de aula, atividades lúdicas pelo desenvolvimento de um jogo didático com o tema plantas medicinais, montagem e plantio de um Jardim expositivo de plantas medicinais e visita didática ao Laboratório de Produtos Bioativos.

Integrantes: Professores: Michelle Frazão Muzitano (Coordenador), Juliana Montani Raimundo,  Denise Oliveira Guimarães, Shaft Correa Pinto, Samantha Monteiro Martins, Thiago Barth,  Maria Christina dos Santos Verdam, Willian Jonis Adrioli.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

08.Evento: Workshop em Produtos Naturais e Biociências

Período: 2017 - atual

Descrição: O evento tem por objetivo trazer novidades aos acadêmicos de cursos voltados às áreas de saúde e ciências, bem como aos profissionais da área.

Integrantes: Professores:  Michelle Frazão Muzitano (Coordenadora); Denise Oliveira Guimarães, Willian Jonis Adrioli; Shaft Correa Pinto,  Samantha Monteiro Martins, Thiago Barth.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

07.Projeto: Aplicações de ferramentas de modelagem molecular no ensino-aprendizagem de ciências

Período: 2017 - atual

Descrição: O projeto de extensão visa o uso de estratégias de modelagem molecular para auxiliar no ensino-aprendizagem e contribuir para visualização de estruturas de forma dinâmica e interativa. O público-alvo das ações serão alunos do ensino fundamental e médio, professores e licenciandos. Serão usados programas simples e gratuitos para visualizar e manipular as estruturas de moléculas a nossa volta e que fazem parte do cotidiano e serão aplicados questionários para avaliação da eficácia. As ações serão realizadas de forma participativa, incentivando o questionamento e troca de saberes e espera-se estimular o interesse por ciências e formar multiplicadores para contribuir no processo de ensino.

Integrantes: Paula Alvarez Abreu (Coordenadora), Emanuela Heiderick Gouvea,  Daiane de Jesus Viegas, Caroline Reis Santiago, Raíssa Soares de Oliveira da Silva, Paula Lohayne Silva,  Iara Garcia Miller de Souza, Nathalia Barbosa.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

06.Projeto: Descarte de medicamentos: Diagnóstico, educação e gerenciamento em domicílios e estabelecimentos farmacêuticos do município de Macaé-RJ

Período: 2016 - atual

Descrição: O presente projeto tem como objetivo geral realizar o diagnóstico situacional envolvendo o descarte de medicamentos por usuários das ESF do município de Macaé-RJ, implantar um ciclo de atividades educativas sobre o tema, bem como auxiliar no gerenciamento desses resíduos.

Integrantes: Vitor Todeschini (Coordenador), Thiago Barth, Maximiliano da Silva Sangoi, Denise Oliveira Guimarães, Samantha Monteiro Martins, Daniel Karl Resende,  Anna Karolina Mouzer, Danielli M. S. S. dos Santos, Elaine dos Anjos Cruz, Flávia Roberta Chaves Soares,  Juliana Givisiez,  Márcio José de Medeiros.
Alunos envolvidos: Graduação: (1).

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. | O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

05.Projeto: Pet GraduaSUS: Diagnóstico da situação atual dos cursos nos eixos de intervenção. Mudança curricular e integração ensino-serviço-comunidade.

Período: 2016 - 2018

Descrição: As ações desenvolvidas pelos envolvem os atores do SUS e da comunidade acadêmica, como professores, estudantes, profissionais de saúde e gestores, com foco na interdisciplinaridade, na integração ensino-serviço, na humanização do cuidado, na integralidade da assistência, no desenvolvimento das atividades que considerem a diversificação de cenários de práticas e redes colaborativas na formação para o SUS.

Integrantes: Rosane Aparecida Ribeiro (Coordenadora), Juliana Montani Raimundo, Helene Nara Henriques, Viviam Correa de Sousa, Paula Lima do Carmo, Aleksandra Menezes de Oliveira.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

04.Projeto: Conhecendo as Estruturas e Funções do Corpo Humano

Período: 2016 - atual

Descrição: Visitas guiadas ao Laboratório Anatômico do Campus UFRJ-Macaé para discentes da rede básica de ensino de Macaé e Região. Durante as visitas os discentes têm acesso à mini-palestras sobre a morfofisiologia dos sistemas: Musculoesquelético, Nervoso, Cardiovascular e Gastrointestinal.

Integrantes: Rosane Aparecida Ribeiro (Coordenadora), Cintia Monteiro de Barros, Flavia Borges Mury , Helene Nara Henriques, Elane da Silva Ribeiro.

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

03.Projeto: Incentivo ao consumo de vegetais: desenvolvimento de um novo produto a base da beterraba como alimento funcional para a população

Período: 2016 - atual

Descrição: O público alvo desta pesquisa engloba todos os idosos cadastrados no Centro de Convivência do Idoso e também aqueles que fazem parte do Programa Guarda Senior da Prefeitura de Macaé. O objetivo da proposta é promover eventos específicos para discussão das questões relativas aos idosos - Conferências e Fóruns - espaço para abordagem e elaboração de propostas para avaliar e melhorar possíveis deficiências nutricionais do idoso. A equipe envolvida no projeto constitui de professores, alunos bolsistas e discentes colaboradores de pós-graduação. O projeto também será aberto a outros professores e alunos de graduação e pós-graduação que por ventura manifestarem interesse em colaborar.

Integrantes: Thiago da Silveira Alvares - Coordenador, Carlos Adam Conte Junior,  Gustavo Vieira de Oliveira, Elisaldo Mendes Cordeiro
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (2).

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

02.Projeto: Criação de farmácia viva no município de Rio das Ostras, RJ como promotor de saúde e educação

Período: 2015 - 2018

Descrição: Este projeto visa a criação de uma farmácia viva, em todas suas etapas, no município de Rio das Ostras. Inicialmente será realizado estudos sobre o uso de plantas medicinais, organização de um banco de dados, bem como a escolha das espécies vegetais com potencial terapêutico a serem cultivadas na horta, baseado no estudo etnográfico realizado com a população e na listagem da RENISUS e RENAFITO. Além disso, serão realizados cursos de orientação em saúde para profissionais e população local. Também serão realizados cursos para agricultores da região com objetivo de fomentar a agricultura familiar. Será criado um laboratório para beneficiamento de plantas medicinais, onde também ocorrerá as práticas interdisciplinares com as escolas do Município. Estes dois espaços multiusuários (Horta e laboratório) serão criados no Parque da Cidade e no Parque dos Pássaros, respectivamente. Esta proposta integra professores e alunos do curso de farmácia da UFRJ Campus Macaé com a comunidade do município de Rio das Ostras em nível de saúde, educação e meio ambiente, através de colaborações com as respectivas secretarias municipais. As ações envolvidas contemplarão a integração multidisciplinar e interinstitucional contribuindo para a disseminação sobre o uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos no SUS auxiliando na promoção da Saúde da população e na inserção de novas práticas ensino-aprendizagem em diferentes áreas do conhecimento. Por último, será preparado uma cartilha, com uma tiragem de 5000 exemplares, com orientações sobre o uso correto de plantas medicinais e preparo de remédios caseiros, também será ministrado curso teórico-prático sobre o assunto.

Integrantes: Professores: Edison Luiz Santana Carvalho (Coordenador), Juliana Montani Raimundo, Michelle Frazão Muzitano, Gilberto Dolejal Zanetti -Denise de Oliveira Guimarães, Shaft Corrêa Pinto, Maximiliano da silva sangoi, Rita Cristina Azevedo Martins, Carolina Gonçalves Pupe, Thiago Barth, Arídio Mattos Junior.
Alunos: Graduação (5).

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. | O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

01.Projeto: Estratégias para a promoção do uso racional de medicamentos

Período: 2012 - atual

Descrição: O medicamento é um importante elemento na recuperação e prevenção de doenças garantindo a qualidade de vida das pessoas. No entanto, há riscos associados a seu uso mesmo quando adequadamente usado e sua utilização inadequada pode ocasionar intoxicações, interações medicamentosas ou reações adversas aos medicamentos (RAM), podendo causar danos à saúde. Alguns riscos podem ser evitáveis e ações de educação em saúde visando a promoção do uso racional de medicamentos, empregando-se além do conhecimento científico experiências da população e preparar os membros de uma comunidade para atuarem de forma crítica e corresponsável na promoção da saúde, através da interface entre saberes científicos e do senso comum. Através de habilidades e informações adquiridas a promoção continua sobre o uso adequado dos medicamentos pode ser o caminho para a mudança nas práticas cotidianas com relação aos medicamentos, proporcionando mudanças nas atitudes das pessoas a usar o medicamento de maneira mais consciente aumentando a adesão medicamentosa, diminuindo a pratica da automedicação, e riscos relacionados ao uso de medicamentos. A conscientização das pessoas é um pré-requisito quando se espera elevar o nível e a manutenção da saúde do indivíduo. O objetivo deste trabalho, será realizar e desenvolver diferentes estratégias, em diferentes grupos, através de ações educativas visando a promoção do uso racional de medicamentos.

Integrantes: Professores: Magdalena Nascimento Rennó (Coordenadora),  Lécio Luiz Amaral do Patrocínio, Adriana Bispo Alvarez.
Alunos Graduação: (5).

Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

No dia 14 de março de 2018, o oferecimento do curso de Doutorado, na forma multicampi (Fundão/Macaé) foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Deliberativo do PPG em Ciências Farmacêuticas - Campus Fundão (PPG-CF), com inclusão nos editais de seleção de ingresso discente a partir de 2018-2. A modalidade de turma multicampi é aprovada pela CAPES de acordo com o Ofício Circular nº 5/2018-DAV/CAPES.


As orientações devem ser realizadas, unicamente, por professores credenciados do PPG-CF (Campus Fundão), porém as coorientações podem ser feitas por docentes credenciados no PPG-ProdBio (Campus Macaé). Sempre que possível, as disciplinas obrigatórias serão oferecidas no Campus Macaé, assim como as disciplinas eletivas, com a participação de docentes de ambos os campi.


Conforme descrito no Ofício Circular nº 5/2018-DAV/CAPES, os objetivos das turmas multicampi são:


•    viabilizar a formação de mestres e doutores fora dos centros consolidados de ensino e pesquisa para atuação na docência e/ou na pesquisa;
•    subsidiar a criação de novos programas de pós-graduação stricto sensu;
•    auxiliar no fortalecimento de grupos de pesquisa e promover a cooperação entre instituições de ensino e pesquisa;
•    qualificar recursos humanos para atuação no mercado de trabalho;
•    atender demandas sociais, profissionais, técnicas e tecnológicas das organizações públicas ou privadas;
•    contribuir para o aumento da produtividade e competitividade das organizações brasileiras;
•    promover a cooperação entre instituições acadêmicas e não acadêmicas.


Para mais informações sobre o PPG-CF, acessar o seguinte endereço eletrônico: https://www.ppgcf.farmacia.ufrj.br/

No período de 14 a 31 de outubro de 2019 o PPG-ProdBio estará recepcionando solicitações de credenciamento de docentes externos ao PPG.

Neste mesmo período, o PPG-ProdBio também recepcionará os pedidos de recredenciamento dos membros atuais do corpo docente do PPG.

Para estes processos o PPG contará com Comissão avaliadora conforme os critérios do Regulamento do PPG-ProdBio, e que posteriormente será divulgada. Os critérios para a avaliação das solicitações de credenciamento e recredenciamento estarão baseados nos requisitos atuais da CAPES (aqui), nos documentos do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (aqui), documentos da área da Farmácia na CAPES e o regulamento do PPG-ProdBio, do qual se enfatizam os tópicos que seguem.

 

Credenciamento dos Docentes no PPG-PRODBIO conforme regulamento vigente:

Art. 24º - O credenciamento como docente permanente habilitará o professor a orientar no curso de Mestrado do PPG-ProdBio da UFRJ-Macaé por período a ser definido pelo CDPPG-ProdBio.

§1° – O credenciamento de docente como orientador terá por base a apresentação de um aluno-candidato no processo seletivo de ingresso no Mestrado do PPG-ProdBio com sua consequente matrícula no PPG, a análise do Curriculum vitae nos moldes do CNPq, a pertinência do projeto às linhas de pesquisa do Programa, oferta de disciplina e desde que atenda aos critérios explicitados neste regulamento;

§2° – O credenciamento de docente como orientador do Curso de Mestrado do PPG-ProdBio deverá atender aos seguintes critérios:

I – Produção intelectual conforme estabelecido pela CAPES a fim de atingir pelo menos o conceito imediatamente superior ao vigente no triênio em análise;

II – Ter projeto de pesquisa cadastrado em uma das linhas de pesquisa do programa;

III – O número de orientandos deve ser compatível com a experiência, produção intelectual e estar de acordo com os critérios estabelecidos pela CAPES;

IV- Obtenção periódica de recursos financeiros para continuidade do seu projeto de pesquisa;

V- Manter-se ativamente orientando alunos de iniciação científica e de pós-graduação;

VI- Mostra-se pró-ativo às demandas do PPG-ProdBio;

VII- Atender aos demais critérios exigidos pela CAPES e/ou pela Comissão composta com essa finalidade.

Art. 25o - Os docentes que não se enquadrarem em mais de um dos critérios para credenciamento como docente permanente do curso de Mestrado ou Doutorado estabelecidos no Artigo 19 poderão atuar, a critério da CDPPGProdBio, como docentes colaboradores, desde que em número que corresponda, no máximo, ao recomendado pela CAPES.

Recredenciamento dos Docentes no PPG-PRODBIO conforme regulamento vigente:

 

Art. 25o - Os docentes que não se enquadrarem em mais de um dos critérios para credenciamento como docente permanente do curso de Mestrado ou Doutorado estabelecidos no Artigo 19 poderão atuar, a critério da CDPPGProdBio, como docentes colaboradores, desde que em número que corresponda, no máximo, ao recomendado pela CAPES.

§4º - O procedimento de recredenciamento será realizado por uma Comissão a ser definida pelo CDPPG-ProdBio, e terá por base os critérios relacionados nos artigos acima ou critérios disponibilizados pela CAPES, que poderão ser adotados total ou parcialmente pela Comissão supracitada.

§2° - A vinculação ao corpo docente credenciado ao PPG será reavaliada sempre no último semestre que precede o final do triênio de avaliação da CAPES ou a qualquer momento que a CDPPG-ProdBio considerar necessário.

§3° - O pedido de (re)credenciamento deverá preferencialmente ser avaliado por Comissão composta por docentes externos ao Programa e presidida pelo Coordenador do PPG e terá por base os critérios definidos no Artigo 24o desse Regulamento.

 

 

Portanto, os docentes interessados em solicitar credenciamento ou recredenciamento no PPG-ProdBio deverão preencher e enviar o formulário específico abaixo para o email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até as 23h59 min do dia 31 de outubro de 2019.

Formulário para solicitação de credenciamento = para docentes externos ao PPG.

Formulário para solicitação de recredenciamento = para todos os docentes que atualmente estão credenciados no PPG-ProdBio e que desejam permanecer no mesmo.

Os formulários foram elaborados conforme o relatório da área da Farmácia na avaliação quadrienal 2013-2016 da CAPES (aqui), documentos atuais das modificações nos parâmetros de avaliação dos PPGs pela CAPES (aqui) e última autoavaliação do PPG-ProdBio (recredenciamento 2018-2). Segue abaixo também a tabela com novo Qualis Referência para auxiliar no preenchimento dos formulários (aqui).

 

Mestrado 2020 1Mestrado 2020 1Processo Seletivo para Ingresso no Mestrado do Programa de Pós-graduação em Produtos Bioativos e Biociências. Turma 2020-1

 

 

Conforme:

Art. 64 - A Defesa de Dissertação ou Tese será pública, salvo aquelas com caráter de excepcionalidade prevista no parágrafo único do Artigo 56 da Resolução CEPG nº 01 de 2006, com divulgação prévia pela Secretaria da CDPPG-ProdBio do local e horário de sua realização.

§1° – O ato da Defesa de Dissertação ou Tese e seu resultado serão registrados em ata, de acordo com as instruções definidas pelo CPGP daUFRJ-Macaé.

§2° – A Banca Examinadora poderá condicionar a aprovação da Dissertação ou Tese ao cumprimento de exigências, no prazo máximo de noventa dias corridos não incluído neste prazo previsto para correção da Dissertação ou Tese.

§3° – No caso de aprovação com exigências, estas deverão ser registradas em ata, bem como o(s) nome(s) do(s) membro(s) da Banca responsável(is) pelo controle e verificação de seu cumprimento pelo aluno.

§4° – Após a aprovação da Dissertação ou Tese o aluno terá o prazo máximo de sessenta dias para entregar à Secretaria da CDPPG-ProdBio os exemplares

da versão final, preparada em acordo com a Resolução do CPGP da UFRJMacaé específica sobre o assunto.

Destaca-se ainda para:

Mestrado

Art. 59 - Para a apresentação e defesa da Dissertação de Mestrado, o aluno deverá satisfazer as seguintes exigências:

I - ter projeto de dissertação aprovado pela comissão de acompanhamento;

II – ter estado matriculado no curso por um período mínimo de 12 (doze) meses;

III - ter frequentado disciplinas de pós-graduação autorizadas pela CDPPG-ProdBio que integralizem no mínimo 360 horas aula;

IV - ter obtido coeficiente de rendimento acumulado mínimo de 2,0;

V - ter proficiência na língua inglesa;

VI - ter demonstrado proficiência em português, no caso de aluno não lusófono;

VII - ter, no mínimo um artigo preparado ou submetido para publicação em periódico Qualis, em estrato B2 (ou superior) ou equivalente;

VIII - ter submetido à CDPPG-ProdBio, até três meses antes da data de defesa, uma carta de encaminhamento assinada pelo orientador contendo a provável data da defesa e os cinco docentes para composição da banca examinadora e o nome do docente que atuará como revisor da Dissertação que terá um prazo de 15 dias para realizar a revisão do trabalho, sendo que este revisor deverá ser o suplente interno na Banca de Avaliação de Defesa de Dissertação.

§1° - A defesa de Dissertação deverá ocorrer no prazo máximo de 30 (trinta) meses, considerando a possível prorrogação nos parâmetros estabelecidos no Art 31, contados a partir da data da matrícula no Curso.

Art. 60 - O grau de Mestre será concedido ao aluno cuja dissertação tiver sido

aprovada por uma Banca Examinadora composta de três membros Doutores, excluído o orientador.

Parágrafo Único - A composição da Banca Examinadora, constando de membros titulares e suplentes, deverá contar com a participação de pelo menos um e no máximo dois membros titulares externos ao curso, assim como

pelo menos um suplente externo, ser aprovada pela CDPPG-ProdBio e homologada pelo CPGP.

Destaca-se ainda para:

Doutorado

Art. 61 - Para a apresentação e defesa da Tese de Doutorado, o aluno deverá

satisfazer as seguintes exigências:

I - ter projeto de tese aprovado pela comissão de acompanhamento;

II - ter estado matriculado no curso por um período mínimo de 24 (vinte e quatro) meses;

III - ter frequentado disciplinas de pós-graduação autorizadas pela

CDPPG-ProdBio que integralizem no mínimo 450 horas-aula;

IV - ter sido aprovado em exame de qualificação;

V - ter obtido coeficiente de rendimento acumulado mínimo de 2,0;

VI - ter demonstrado capacidade de leitura e compreensão de textos em inglês;

VII - ter demonstrado proficiência em português, no caso de aluno não lusófono;

VIII - ter, no mínimo, um artigo aceito para publicação em periódico Qualis com estrato A ou equivalente;

IX - entregar tese original até no máximo dois meses antes da defesa pública para apreciação por um revisor.

§1º - A defesa de tese de doutorado deverá ocorrer no prazo máximo de 60 (sessenta) meses, considerando a possível prorrogação nos parâmetros estabelecidos no Art 31, contados a partir da data da matrícula no Curso.

Art. 62 - O grau de Doutor será concedido ao aluno cuja Tese tiver sido aprovada por uma Banca Examinadora composta de cinco membros Doutores,

excluído o orientador.

Art. 63 - A composição da Banca Examinadora, constando de membros titulares e suplentes, deverá contar com a participação de no mínimo dois

membros titulares externos ao curso, assim como pelo menos dois suplentes

externos, ser aprovada pela CPGP.

§1º A CDPPG-ProdBio disporá de até 30 (trinta) dias para aprovar a composição da banca examinadora e autorizar a entrega dos exemplares da Dissertação/Tese a seus membros.

§2º Em caso de reprovação da banca proposta, o orientador terá um prazo de 5 (cinco) dias para encaminhamento de uma nova proposta atendendo às considerações da CDPPG-ProdBio.

Portanto, a solicitação de avaliação da composição da banca examinadora à Comissão deve ocorrer no mínimo com 90 dias de antecedência da data pretendida para a defesa.

NORMAS PARA APRESENTAÇÂO DAS DISSERTAÇÕES/TESES

            A defesa de Dissertação/Tese será pública. Excepcionalmente a defesa poderá se fechada ao público, com cláusula de confidencialidade e sigilo, mediante solicitação do orientador, acompanhada do acordo de todos os membros da banca, com aprovação da comissão deliberativa do programa de pós-graduação com divulgação prévia pela Secretaria da CDPPProdBio do local e horário de sua realização.

A apresentação das Dissertações terão duração de 30 a 40 minutos e das Teses de 50 a 60 minutos, seguida da arguição pela banca onde cada membro da banca terá no máximo 40 minutos para arguir o candidato. Pelo menos um dos orientadores deve estar presente na defesa. A apresentação deve conter as informações mais relevantes e deve ser organizada da seguinte forma: Slide de abertura (Nome da instituição, programa, título, autor, orientador(es), local e ano), Introdução, Objetivos, Material e Métodos, Resultados e Discussão, Conclusão e Agradecimentos.

Casos omissos ou quaisquer dúvidas ao processo de defesa da Dissertação/Tese devem ser encaminhados a Comissão Deliberativa do PPG-ProdBio.

Sub-categorias

UFRJ PPGProdBio - Pós-graduação em Produtos Bioativos e Biociências
Desenvolvido por: TIC/UFRJ