O GT COVID 19 UFRJ-Macaé realizou, recentemente, um estudo sobre a situação epidemiológica com relação à COVID-19 dos dez municípios da Baixada Litorânea: Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim. Foram analisados sistematicamente os casos, óbitos, vacinação e letalidade associados à pandemia, desenhando um quadro geral preocupante.

O início das infecções por COVID-19 se deu no dia 26 de fevereiro de 2020 com o primeiro caso em São Paulo, e o primeiro óbito em 17 de março de 2020 no Brasil. Desde então, diversos municípios apresentaram índices alarmantes de contaminação e mortalidade, que permanecem altos, ainda, no ano de 2021. Em  abril de 2020, foi criado o Grupo de Trabalho Multidisciplinar na UFRJ em Macaé para enfrentamento da COVID – 19, chamado de GT-COVID-19 UFRJ Macaé, com o objetivo de promover ações, analisar perspectivas e impactos relacionados a essa doença. Uma das frentes desse grupo está relacionada ao acompanhamento e cooperação com os municípios da Baixada Litorânea, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFRJ/Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira, de no CAAE: 32186520.7.0000.5699 (CRUZ et al, 2020). Analisar os dados referentes às taxas de contaminação, de mortalidade e de letalidade é fundamental para um combate mais direcionado e mais efetivo diante da situação em que as cidades brasileiras se encontram durante a pandemia.
A baixada litorânea do Rio de Janeiro compreende 10 municípios: Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim. Medidas de mitigação foram tomadas ao longo de 2020 para tentar conter o avanço da pandemia nessas cidades, mas até 17 de março de 2021, um ano após o primeiro óbito no Brasil, o grau de comprometimento com essas estratégias não foi suficiente para diminuir consideravelmente a circulação do coronavírus.
A nota tem como objetivo comparar as situações epidemiológicas dessas cidades em abril de 2020, dezembro de 2020 e março de 2021.

Leia a nota competa aqui.

Maiores informações: Profa. Dra. Karla Santa Cruz Coelho, O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ