Período: 01/06/2017  à  30/12/2018
Coordenador: Rute Ramos da Silva Costa

Resumo:
O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é a política de alimentação e nutrição mais antiga e abrangente do Brasil a qual teve início na década de 1940. Hoje, atende cerca de 43 milhões de estudantes e é considerada política pública estratégica que contribui para o direito humano à alimentação adequada e saudável, a Segurança Alimentar e Nutricional e a Soberania Alimentar. É pautado em diretrizes que pretendem considerar a alimentação escolar para além da necessidade de saciar a fome, ao reconhecer expressões e valores culturais, sociais, afetivos e sensoriais da comida. Por ser a culinária uma forte expressão cultural, é uma importante ferramenta educativa que permite expandir informações técnicas, suscitar reflexões sensoriais, cognitivas, simbólicas da alimentação, estimular escolhas autônomas e saudáveis além de trazer a possibilidade da valorização dos diferentes saberes, oriundos de culturas contra-hegemônicas, a exemplo da perspectiva africana. Assim, é impreterível avançar em pesquisas no campo da alimentação escolar que considerem a natureza cultural da comida local de matriz africana, sem ferir os princípios nutricionais que regem o PNAE. Os referenciais teóricos utilizados nesta pesquisa serão: Antropologia da Alimentação, a partir dos escritos dos autores Ana Maria Canesqui, Rosa Wanda Diez Garcia e Jesus Contreras (GARCIA, CANESQUI (org), 2005); Tecnologias e ciências dos alimentos, sob as lentes do autor (NESTLE, 2002); Alimentação Escolar, por meio das legislações do FNDE vigentes (BRASIL, 2009, 2013) e dos escritos de Maria do Carmo Freitas (FREITAS, 2008) sobre o tema.
Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

UFRJ Campus Macaé
Desenvolvido por: TIC/UFRJ