UFRJ e outras 10 entidades emitem nota sobre autonomia institucional

Na última quinta-feira, 4/6, a reitora da UFRJ, Denise Carvalho, subscreveu o “Manifesto das instituições federais e estaduais de educação do Rio de Janeiro em defesa da autonomia institucional na condução das atividades acadêmicas durante a pandemia”.

O documento também é assinado pelos dirigentes das seguintes instituições: Universidade Federal Fluminense (UFF), Instituto Federal Fluminense (IFF), Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo), Colégio Pedro II, Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Leia o documento na íntegra:

Visão do CBAE/UFRJ a partir de duas janelas que mostram o Pão de Açúcar foto: Artur Moês (Panorama UFRJ)

Visão do CBAE/UFRJ a partir de duas janelas que mostram o Pão de Açúcar
foto: Artur Moês (Panorama UFRJ)

Manifesto das instituições federais e estaduais de educação do Rio de Janeiro em defesa da autonomia institucional na condução das atividades acadêmicas durante a pandemia

Diante do alarmante crescimento dos casos de Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro, os dirigentes das Instituições Federais e Estaduais de Educação do Rio de Janeiro, que continuam atuando de maneira presencial ou remota em suas tradicionais missões institucionais de ensino, pesquisa e extensão, bem como no combate à pandemia:

  1. Reiteram, neste momento, a necessidade de manutenção do isolamento e distanciamento social, sendo certo que, em nome da segurança das comunidades acadêmicas o retorno das atividades presenciais deve ser lastreado por dados científicos que balizarão a nossa decisão sobre quando e como poderá ocorrer.
  2. Embora reconhecendo a importância do ensino à distância como modalidade de democratização do acesso à educação, como vem sendo realizado por nossas instituições há vários anos, é forçoso reconhecer a inviabilidade da substituição da oferta plena dos atuais cursos presenciais pela referida modalidade, o que não impede a adoção da mediação tecnológica emergencial a ser definida de acordo com as possibilidades e especificidades de cada instituição, respeitada a autonomia institucional.
  3. Alertar que, quando superado o isolamento social, e antes de restabelecida a completa normalidade sanitária, será necessária a adoção de uma série de medidas relativas às estruturas físicas, ao treinamento de pessoal e à inclusão digital das comunidades acadêmicas, com vistas à minimização dos riscos de contágio, o que exigirá investimentos a serem arcados pelos orçamentos governamentais.

Por fim, reafirmamos nosso compromisso com a democracia e suas instituições, a cultura, a ciência, a educação, a saúde, a paz e a vida.

--

Rio de Janeiro, 04 de junho de 2020.

Antonio Claudio Lucas da Nóbrega (Reitor – UFF)

Denise Pires de Carvalho (Reitora – UFRJ)

Jefferson Manhães de Azevedo (Reitor – IFF)

Marcelo de Sousa Nogueira (Diretor Geral Pro Tempore – CEFET)

Maria Cristina de Assis (Reitora – UEZO)

Oscar Halac (Reitor – Colégio Pedro II)

Rafael Barreto Almada (Reitor – IFRJ)

Raul Ernesto Lopez Palacio (Reitor – UENF)

Ricardo Luiz Berbara (Reitor – UFRRJ)

Ricardo Lodi Ribeiro (Reitor – UERJ)

Ricardo Silva Cardoso (UNIRIO)

 

(Fonte:ufrj.br)

Links

minerva verde      CampusMacae verde      ouvidoria verde     intranet verde     Sigma verde    superEst verde     CAPES verde       cnpq verde     FAPERJ verde

 

 

UFRJ Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade - NUPEM/UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ